Esportes

Elkeson reforça o Grêmio prometendo briga sadia com Diego Souza: 'Sem vaidade'

Da Redação ·

Nome forte para reforçar o ataque do Botafogo e também cobiçado por outros clubes do País, Elkeson acertou com o Grêmio para a disputa da Série B e chegou prometendo muito empenho na busca pelo acesso à elite. Agora atuando como camisa 9, o jogador garante uma disputa saudável com Diego Souza caso Roger Machado não opte pela dupla em campo e descarta ter vaidade na briga pela vaga.

continua após publicidade

"Estou muito feliz em retornar ao futebol brasileiro e escolhi o Grêmio pela grandeza. Quando cheguei no Brasil, tive diversas sondagens. Naquele momento, eu disse não a vários clubes", revelou o atacante, que passou nove temporadas no futebol chinês, em sua apresentação oficial.

Elkeson imagina estar em plenas condições físicas em até três semanas e, diferentemente do Botafogo, no qual atuou como atacante de beirada de campo, espera atuar mais centralizado em Porto Alegre.

continua após publicidade

"Hoje me vejo como 9, me sinto um centroavante, até porque nas minhas últimas temporadas na China eu joguei como 9. Algumas vezes, pediram para eu fazer atuações pelos lados, mas a minha característica é parecida com a do Diego (Souza). Então irá depender do professor", afirmou. "Se eu tiver que fazer a beirada, tranquilo. Se ele (Roger Machado) optar pelo Diego, vou ficar feliz e torcer por ele. Se eu tiver cinco minutos em campo, darei meu melhor. Não temos que ter vaidade."

Elkeson revelou que já teve uma conversa com o atual titular da posição. "Tive essa conversa com o Diego. Se o mister (treinador) quiser, iremos jogar juntos e espero poder ajudar ele da melhor maneira possível", afirmou. "Caso o Roger peça para eu atuar em outra posição de frente, darei meu máximo. O que vou procurar fazer é dar 100% para ajudar o Grêmio a conquistar as vitórias."

Aos 32 anos, o contratado agradeceu as mensagens de carinho que vem recebendo na nova casa e fala em repetir no Grêmio o sucesso conquistado no chinês Guangzhou. "Eu quero agradecer todo carinho que recebi dos torcedores. Confesso para vocês que em Xangai tem muitos torcedores do Grêmio", disse. "Eu venho da China com bastante títulos, sendo alguns individuais. Espero que aqui a gente consiga ter bastante sucesso."