Esportes

Eliminado de Roland Garros, Thiago Monteiro volta ao Brasil de olho em Wimbledon

Da Redação ·

O brasileiro Thiago Monteiro caiu na segunda rodada do Roland Garros na noite de quarta-feira, ao ser derrotado pelo americano Steve Johnson, com parciais de 6/3 6/7 (2), 7/6 (2), 3/6 e 6/3. Fora da disputa por duplas após lesão de seu parceiro, John Millman, ele encerrou precocemente sua participação no Gran Slam francês. Sem perder tempo, voltará ao Brasil para já iniciar os treinos para a disputa de Wimbledon, que acontece em junho.

continua após publicidade

"Volto para casa para descansar uns dias e chego em Wimbledon uma semana antes pra treinar na grama lá," contou o número um do Brasil. Fará alguns trabalhos no País e finalizará sua preparação na Inglaterra. Os treinos servirão, também, para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no qual ainda busca vaga.

O cearense disputará alguns torneios na Europa após Wimbledon. Quer melhorar seu desempenho em competições de grama. O foco é estar em Tóquio. Atrás de bom desempenho, ele lamentou a queda precoce em Roland Garros, após batalha de quase quatro horas.

continua após publicidade

"Estou triste pela derrota, sem dúvidas, mas também estou orgulhoso pela competitividade apresentada. Passei a partida inteira acreditando em mim e que voltaria para o jogo, foi muito bom pelo mental", avaliou. "Tive algumas chances, mas não consegui aproveitar. Foi um jogo que foi escapando das minhas mãos, ele conseguiu controlar bem e jogou melhor que eu nos momentos chave. Agora fica o aprendizado."

A derrota diante de Steve Johnson servirá para Thiago Monteiro melhorar seu psicológico em momentos de decisão. Ele quer conter a euforia e ficar menos afoito nos pontos decisivos. "É analisar bem a partida e também os outros jogos dessa temporada para tentar buscar a chave de como conseguir jogar melhor nos momentos importantes", disse o brasileiro.