Esportes

Djokovic revela que já está focado em 2022: 'Preparação já começou e vai bem'

Da Redação ·

Atual número 1 do mundo, o tenista sérvio Novak Djokovic curte férias neste mês de dezembro com o final de uma temporada quase perfeita - ficou a apenas uma vitória de vencer os quatro Grand Slam no mesmo ano. Mas seu pensamento já está voltado para 2022.

continua após publicidade

Nesta semana ele esteve em Belgrado, capital da Sérvia, para acompanhar um jogo de basquete entre o Estrela Vermelha, time local, e o Barcelona, pela Euroliga, falando rapidamente com a mídia local sobre seus planos. "Os preparativos para 2022 já começaram e estão indo muito bem", declarou.

Além de usar esse período para descansar e iniciar a pré-temporada, Djokovic também vai acumulando prêmios. O mais recente foi dado pelos jornal espanhol AS, sendo eleito o melhor esportista do ano. Ele agradeceu a premiação, mas não compareceu à cerimônia de entrega em Madri, na Espanha.

continua após publicidade

"Tenho visto que muitos campeões na história do esporte receberam esse prêmio pelo sucesso de um ano. É por isso que estou muito orgulhoso, muito feliz e muito grato. Espero poder continuar a jogar tênis bem na quadra", afirmou o sérvio de 34 anos.

Em meio à polêmica se está ou não vacinado contra a covid-19, Djokovic deve disputar a edição de 2022 do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, em Melbourne, onde defenderá o título conquistado no início deste ano. Na semana passada, a organização divulgou a lista de participantes e nela está o nome do atual número 1 do mundo, após semanas de especulações sobre a sua presença devido à obrigação de se vacinar.

O tenista sérvio, 20 vezes vencedor de torneios de Grand Slam, havia colocado em dúvida a sua participação no Aberto da Austrália, que acontecerá de 17 a 30 de janeiro. Mas o seu nome já aparecia na lista de jogadores da seleção da Sérvia na ATP Cup, competição em Sydney, também em solo australiano, que acontecerá dias antes do torneio em Melbourne.

Djokovic não quer revelar a sua situação vacinal contra a covid-19 e seu pai sugeriu no mês passado que seu filho não iria disputar o torneio. Chegou até a acusar de "chantagem" os organizadores, que já avisaram que apenas os jogadores totalmente vacinados poderão participar.