Mais lidas
Ver todos

    Esportes

    Djokovic é favor de jogos com torcida na Sérvia: 'Circunstâncias diferentes'

    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    No momento em que algumas medidas de restrições estão sendo relaxadas em grande parte da Europa, Novak Djokovic, número 1 do mundo, defendeu a ideia de haver torcida nas partidas na Sérvia. Nesta sexta-feira, teve início o Adria Tour, torneio de exibição beneficente promovido pelo sérvio.

    Os torcedores lotaram as bancadas improvisadas na sexta-feira no clube de tênis de Djokovic em Belgrado, às margens do rio Danúbio, para o primeiro dia do torneio por ele e sua família. Não havia distanciamento social e poucos entre os milhares de fãs usavam máscaras - e o tenista aprovou.

    "Temos circunstâncias e medidas diferentes, por isso é muito difícil pensar em padrões internacionais", considerou Djokovic, em declaração antes da abertura da competição do qual é anfitrião.

    O alemão Alexander Zverev, o austríaco Dominic Thiem, o búlgaro Grigor Dimitrov e a sérvia Jelena Jankovic são outros nomes de destaque que participam do campeonato de exibição. O torneio amistoso está programado para passar ainda na Croácia, Montenegro e Bósnia.

    Djokovic ressalta que a Sérvia tem "números melhores" em comparação com outros países em relação a infecções por coronavírus. Até este sábado, o país do leste europeu registrou mais de 12 mil casos de covid-19 e 252 mortes, embora os números tenham aumentado novamente desde que o governo suspendeu a maioria dos bloqueios e restrições no mês passado.

    "Você também pode nos criticar e dizer que isso talvez seja perigoso, mas não cabe a mim tomar decisões sobre o que é certo ou errado para a saúde", disse Djokovic. "Estamos fazendo o que o governo sérvio está nos dizendo e esperamos que em breve voltemos ao circuito coletivamente", prosseguiu o número 1 do ranking da ATP.

    O governo sérvio relaxou recentemente as medidas restritivas na pandemia de coronavírus, recomendando apenas que as pessoas fiquem a 1 metro de distância umas das outras. Na quarta-feira, havia uma multidão de 20 mil pessoas na semifinal da Copa de Futebol de Belgrado.

    "É claro que vidas foram perdidas e isso é horrível de ver na região e no mundo. Mas a vida continua, e nós, como atletas, estamos ansiosos para competir", avaliou o tenista sérvio.

    Apesar de defender as partidas com público em seu país e de se mostrar ansioso para estar nas quadras, Djokovic afirmou recentemente que cogita não jogar o US Open porque descreveu as precauções impostas aos jogadores como "extremas" e não "sustentáveis".

    As medidas de precaução aos atletas incluem uma quarentena de 14 dias para jogadores estrangeiros; um limite de uma pessoa por competidor nas partidas; capacidade limitada de se deslocar em Nova York; e hospedagem obrigatória perto do local do Grand Slam no Queens.

    Depois de jogar na sexta-feira um set de duplas mistas ao lado da ex-número 1 Jelena Jankovic, Djokovic começa a disputa da competição amistosa neste sábado. Ele enfrenta contra os compatriotas Viktor Troicki e Filip Krajinovic.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Designer apucaranense Uelinton Campagnola executou um trabalho recentemente para o DJ Alok

    Deixe seu comentário sobre: "Djokovic é favor de jogos com torcida na Sérvia: 'Circunstâncias diferentes'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.