Esportes

Diante do observador Abel Ferreira, Palmeiras vence e elimina Red Bull Bragantino

Da Redação ·

Na estreia do técnico Abel Ferreira, o Palmeiras venceu o Red Bull Bragantino, nesta quinta-feira, no Allianz Parque, por 1 a 0, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Como vencera no primeiro duelo, em Bragança Paulista, semana passada, por 3 a 1, o time alviverde garantiu presença nas quartas de final e o prêmio de R$ 3,3 milhões.

continua após publicidade

O Palmeiras agora espera o sorteio da CBF, que vai acontecer na manhã desta sexta-feira, no Rio, para saber o seu adversário da próxima etapa do torneio.

Na área técnica, o português Abel Ferreira mostrou-se observador e de poucas orientações para os seus jogadores, preferindo conversar com seus auxiliares Vitor Castanheira e Carlos Martinho. Também foi possível ver jogadores reservas conversarem com a comissão técnica na busca de um melhor posicionamento dos jogadores em campo.

continua após publicidade

A escalação titular utilizada por Abel Ferreira foi a mesma que Andrey Lopes, que dirigiu o time nos cinco jogos seguintes à saída de Vanderley Luxemburgo, usou nos últimos jogos. Durante suas orientações, foi possível ouvir que o novo treinador já sabe o nome de todos os atletas. No final, com a vitória garantida, arriscou alguns sorrisos ao conversar com os jogadores reservas e distribuiu abraços, principalmente com o zagueiro Luan.

O primeiro tempo teve dois momentos distintos. Até os 15 primeiros minutos, o Red Bull Bragantino tentou surpreender o Palmeiras, em busca de diminuir a vantagem obtida pela equipe alviverde no jogo de ida. Logo a um minuto, Lucas Evangelista obrigou Weverton a fazer boa defesa e Aderlan, aos cinco, errou na finalização.

Mas com o passar do tempo, o Palmeiras foi ajustando a marcação, passou a roubar as bolas e se mostrou mais uma vez forte nos contra-ataques. Aos 18, sofreu um susto, com a contusão no joelho esquerdo de Wesley, substituído por Gabriel Verón. E o talentoso jovem palmeirense só precisou de dez minutos em campo para mostrar mais uma vez seu valor.

continua após publicidade

Em uma saída errada do time de Bragança Paulista, Verón roubou a bola pelo meio e tocou para Rony. Viña, sempre uma bela opção pela esquerda, recebeu a bola e fez linda assistência para Verón, que antes de definir mostrou enorme frieza.

Com a vantagem ampliada e a vaga quase garantida, o Palmeiras se postou em seu campo e deixou o Bragantino mais com a bola, mas sem competência para criar oportunidades.

O segundo tempo começou morno. O Palmeiras satisfeito com a vantagem conquistada e o Bragantino sabedor que a missão de fazer quatro gols em 45 minutos era praticamente impossível. Para piorar, Luan Cândido, que entrou aos 13 minutos no lugar de Edimar, levou um cartão amarelo aos 16 e outro aos 20. Terminou expulso e ainda chutou um dos bancos de reservas.

continua após publicidade

Abel Ferreira até fez algumas alterações no Palmeiras em busca de maior motivação, mas o time diminuiu muito o ritmo e deixou o tempo passar até o final e administrou a classificação.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

PALMEIRAS 1 X 0 RED BULL BRAGANTINO

PALMEIRAS - Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña (Gustavo Scarpa); Felipe Melo (Danilo), Zé Rafael e Raphael Veiga (Ramires); Rony, Luiz Adriano (Willian) e Wesley (Gabriel Verón). Técnico: Abel Ferreira.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar (Luan Cândido); Ricardo Ryller, Lucas Evangelista e Claudinho; Artur (Thonny Anderson), Hurtado (Ligger) e Morato (Cuello). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS - Gebriel Verón aos 28 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP).

CARTÃO VERMELHO - Luan Cândido.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo.