Esportes

De olho na Olimpíada, seleção brasileira de skate é vacinada contra covid-19

Da Redação ·

Os atletas que fazem parte da delegação da seleção brasileira de skate, modalidade que estreará na Olimpíada de Tóquio, foram vacinados neste sábado, nos Estados Unidos, na primeira competição internacional que serve como preparação para o maior evento esportivo do mundo. Os skatistas brasileiros estão treinando na Califórnia para as últimas oportunidades de conseguirem vagas para as Olimpíadas de Tóquio.

continua após publicidade

Como o plano de imunização no país norte-americano está mais avançado do que no Brasil, por exemplo, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk), em conjunto com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), decidiu participar das competições que dão pontos no ranking olímpico e, de quebra, conseguiu imunizar todos os atletas acima de 18 anos, inclusive a comissão técnica, segundo nota divulgada neste sábado.

"Em meio a um momento ainda complicado da Covid no Brasil, a CBSk conseguiu levar a Seleção Brasileira de Skate para um lugar em que a transmissão está mais baixa. Além do benefício esportivo desse período de treinamento, ainda conseguimos vacinar todo mundo. É com certeza uma grande conquista para o skate nacional", disse Eduardo Musa, presidente da CBSk.

continua após publicidade

O médico Maurício Zenaide, que integra a Comissão Técnica da CBSk, declarou que a medida é essencial para uma participação completa dos skatistas brasileiros nos jogos.

"Seria muito desagradável um atleta nosso perder uma competição pré-olímpica ou até a própria Olimpíada por conta de uma infecção pelo coronavírus. A imunização deixa a gente mais tranquilo, deixa nossos atletas mais livres desse risco e focados no treinamento, no desempenho".

No último dia 12, o paulista Luiz Francisco, conhecido como Luizinho, foi o primeiro atleta do skate brasileiro a garantir vaga na Olimpíada de Tóquio. Neste domingo, o Dew Tour, disputado em Des Moines, nos EUA, será o último evento contando pontos para o ranking de classificação olímpica do estilo park, no qual a pista é conhecida como "bowl", uma espécie de piscina vazia, em conjunto com paredes, elementos e obstáculos.