Esportes

Cuba anuncia volta ao boxe profissional após 60 anos

Da Redação ·

Após 60 anos, o boxe cubano anunciou seu retorno ao profissionalismo. A federação local revelou acordo com a empresa Golden Ring Promotions e o primeiro evento deverá ser em maio, no México, com os pugilistas disputando lutas de até seis rounds. A transmissão será da ESPN americana.

continua após publicidade

Com isso, lendas na nobre arte olímpica como Julio César La Cruz, Arlen López, Roniel Iglesas e Andy Cruz poderão se apresentar pelo mundo e disputar títulos. O governo cubano afirmou que os lutadores vão treinar na capital Havana.

"Há três anos e meio começou uma séria análise que resultou no acordo aprovado e acolhido pela direção esportiva do país e pela Federação Cubana de Boxe com a Golden Ring Promotions, para a representação de Cuba em sua entrada no boxe profissional", disse Alberto Puig, presidente da Federação Cubana de Boxe.

continua após publicidade

"A contínua preparação esportiva e competitiva dos boxeadores cubanos para seguir representando e elevando o nome do boxe cubano em todas as competições em que participa e o benefício econômico que representa para os boxeadores, comissão técnica e tríade médica que trabalham com a equipe são os principais objetivos", continuou.

Desde 1962, o boxe de Cuba se resumiu a disputar apenas Campeonatos Mundiais e Olimpíadas. Foram centenas de medalhas conquistadas, com destaque para os pesos pesados Teófilo Stevenson e Felix Savón, que conquistaram o tricampeonato olímpico e reinaram absolutos em suas épocas. Ambos poderiam ter feito fortunas em carreiras profissionais, mas preferiram se manter no amadorismo.

Essa mudança de postura de Cuba ocorre em um momento no qual o futuro do boxe está em jogo no programa olímpico. Em dezembro, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, afirmou que a modalidade pode sair do evento por causa dos problemas de corrupção na Associação Internacional de Boxe (Aiba).

Para o promotor Gerardo Saldívar, da Golden Ring Promotions, esse acordo da empresa com o boxe cubano é sem precedentes. "É um privilégio ter alcançado este acordo histórico com as autoridades esportivas cubanas. Isso marcará um antes e um depois no boxe. Vamos procurar colocar os lutadores no ranking de todas as entidades profissionais de boxe pelas quais temos profundo respeito. Os boxeadores terão todo o apoio das autoridades esportivas cubanas, treinarão em Havana e viajarão para participar de lutas profissionais."