Esportes

Cruzeiro perde, fica longe do acesso e deixa Avaí consolidado no G4 da Série B

Da Redação ·

Depois de uma semana conturbada com greve de jogadores por causa de salários atrasados, o Cruzeiro se afastou ainda mais do G4 e consequentemente do sonho do acesso para a Série A. Nesta sexta-feira à noite, o time mineiro foi derrotado por 1 a 0 pelo Avaí, em partida válida pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

continua após publicidade

A partida foi muito movimentada, principalmente no primeiro tempo, com o Cruzeiro perdendo muitos gols. No segundo, o Avaí fez o gol da vitória logo no início e no final, o Cruzeiro teve a chance do empate. O goleiro Glédson, do Avaí, foi o destaque da partida, com grandes defesas.

Com o tropeço, as chances de acesso são remotas. O Cruzeiro está na 12ª colocação, com 39 pontos, 13 pontos distantes do Goiás, último clube no G4 zona de acesso. O time mineiro não teve o técnico Vanderlei Luxemburgo, suspenso, no banco. O auxiliar Maurício Copertino esteve no comando.

continua após publicidade

O resultado para o Avaí é excelente. O time catarinense se firma no G4, na terceira posição, com 53 pontos e ainda se reabilita na competição, depois da derrota para o Confiança na rodada passada por 3 a 1.

O jogo começou aberto e movimentado. Logo aos sete minutos, o Cruzeiro, com Bruno José, mandou de fora da área a bola no travessão do Avaí. Na sequência, Thiago chutou e o goleiro Glédson fez boa defesa. Com mais posse de bola e utilizando a experiência de seus jogadores, o Avaí procurava chegar a todo momento ao gol do Cruzeiro. O time catarinense, porém, falhava na hora da conclusão.

O Cruzeiro era mais objetivo quando chegava ao setor ofensivo e aos 26 minutos perdeu três gols incríveis em sequência em um lance inacreditável. Thiago avançou sozinho, ficou cara a cara com o goleiro Glédson e tentou finalizar duas vezes. Na terceira, rolou para Bruno José que ajeitou e chutou, mas o zagueiro Alemão salvou em cima da linha.

continua após publicidade

O segundo tempo começou mais lento do que o primeiro. Quando o Avaí chegou pela primeira vez de forma agressiva e objetiva no ataque no segundo tempo, abriu o marcador. Aos 11 minutos, após cruzamento da direita, Lourenço subiu de cabeça para fazer.

O gol do Avaí foi uma ducha de água fria para o Cruzeiro, que não conseguiu esboçar uma reação e nem repetir o que apresentou no primeiro tempo.

O Avaí ainda tentou ampliar, mas não conseguiu ser competente na hora da conclusão. No final, o Cruzeiro parou mais uma vez no goleiro Glédson. Aos 45 minutos, ele saiu bem na disputa com Marcelo Moreno e na sequência salvou em chute de Marcinho.

continua após publicidade

Na próxima rodada, o Avaí joga somente na próxima sexta-feira (29) diante do Operário, em Ponta Grossa (PR). O Cruzeiro recebe o Remo, um dia antes, na quinta (28), no Independência, em Belo Horizonte (MG). Os dois jogos são válidos pela 32ª rodada. Agora só faltam sete jogos para cada time.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

AVAÍ-SC 1 X 0 CRUZEIRO-MG

AVAÍ - Glédson; Edílson (Iury), Alemão, Betão e Diego Renan; Bruno Silva (Marcos Serrato), Lourenço (Valdívia), Jadson (Vinícius Leite) e Jean Cléber; Copete e Rômulo (Getúlio). Técnico: Claudinei Oliveira.

CRUZEIRO - Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Flávio, Lucas Ventura (Ariel Cabral) e Marco Antônio (Wellington Nem); Bruno José, Vitor Leque (Marcinho) e Thiago (Marcelo Moreno). Técnico: Maurício Copertino.

continua após publicidade

GOL - Lourenço aos 11 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS - Betão(AVAÍ) e Lucas Ventura (CRUZEIRO) .

RENDA - R$ 105.850,00.

PÚBLICO - 4.151 total (1.503 pagantes).

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).