Esportes

Correção: Vila Nova dá trabalho, mas Fluminense vence e avança na Copa do Brasil

Da Redação ·

O texto enviado anteriormente apresentava um erro na ficha técnica: Cano foi o autor do gol

continua após publicidade

O Fluminense avançou às oitavas de final da Copa do Brasil ao vencer o Vila Nova por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, após lidar com uma série de dificuldades no Serra Dourada, na partida de volta da 3ª fase. O time comandado por Fernando Diniz fez um gol cedo e foi pressionado na sequência, principalmente durante o primeiro tempo, mas o goleiro Fábio não foi vazado e Luiz Henrique marcou na etapa final para fechar a vitória.

A equipe carioca avançaria mesmo se o jogo terminasse empatado, pois venceu a rodada de ida, no Maracanã, por 3 a 2. A nova vitória, somada ao empate por 1 a 1 com o Palmeiras e ao triunfo por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla, mantém a invencibilidade de Diniz neste início de trabalho no clube carioca.

continua após publicidade

O Fluminense jogou de forma muita intensa nos primeiros minutos da partida, trocando passes com eficiência desde o campo de defesa, e soube aproveitar o ímpeto inicial para abrir o placar cedo. Depois de uma primeira tentativa em um chute para fora com menos de um minuto de bola rolando, Cano usou a cabeça para colocar a bola na rede aos nove, após desvio de Nino.

A pressão tricolor parou quase imediatamente após o gol. A partir daí, o Vila Nova achou muito espaço no campo de defesa adversário e conseguiu criar boas oportunidades de empatar. As principais delas foram criadas pelo volante Ralf, ex-Corinthians, que obrigou Fábio a desviar um chute cruzado e fez a torcida se colocar a postos para comemorar uma bola que passou muito perto do gol. Matheuzinho também ofereceu perigo.

O Fluminense tentou repetir a pressão do início do primeiro tempo na etapa final e teve algum sucesso, dessa vez sem balançar as redes. Além disso, os espaços na defesa continuaram a ser ocupados pelos jogadores do time goiano. A situação não parecia muito segura, mas Luiz Henrique deu tranquilidade ao time carioca aos 21 minutos, no momento em que marcou, de cabeça, o segundo gol tricolor.

continua após publicidade

Com a vantagem estabelecida, a voz da torcida visitante cresceu no Serra Dourada. O Vila Nova não desistiu e manteve a coragem que teve durante toda a partida para tentar penetrar na defesa adversária. Os minutos finais, entretanto, foram de poucas chances, e a partida terminou com a classificação carioca.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 2 FLUMINENSE

continua após publicidade

VILA NOVA - Goergemy; Alex Silva (Pedro Bambu), Rafael Donato, Renato e Willian Formiga; Ralf (Pablo), Arthur Rezende, Matheuziinho (Wagner) e Victor Andrade; Rubens (Diego Tavares) e Pablo Dyego. Técnico: Higo Magalhães.

FLUMINENSE - Fávio; Samuel Xavier (Calegari), Nino (Luccas Claro), David Braz e Pineida; Wellington (Martinelli), André, Yago Felipe e Nathan; Luiz Henrique (Caio Paulista) e Cano (Fred). Técnico: Fernando Diniz.

continua após publicidade

GOLS - Cano, aos nove minutos do primeiro tempo. Luiz Henrique, aos 21 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS)

RENDA - R$ 810.430,00

PÚBLICO - 29.138 presentes

LOCAL - Serra Dourada, Goiânia (GO)