Esportes

CORREÇÃO: Na despedida de D'Alessandro, Inter é mais eficiente e supera Palmeiras

Da Redação ·

Versão anterior tinha um erro no título. Segue versão corrigida

continua após publicidade

Era esperado um jogo bastante disputado entre dois times que lutam pelas primeiras posições do Brasileirão. E o Internacional soube aproveitar melhor suas chances e superou em casa o Palmeiras por 2 a 0 em um jogo que marcou a despedida de Andrés DAlessandro, que entrou no final do jogo só para fazer sua festa.

Logo aos 10 minutos, na cobrança de escanteio, Rodrigo Dourado cabeceou, Weverton fez ótima defesa, mas a bola bateu na trave e sobrou para Edenilson livre empurrar para o gol. A partir daí, o time gaúcho sentou em cima da vantagem no marcador e pouco produziu.

continua após publicidade

A forma de jogar das duas equipes contrastou com o que se esperava delas. O Inter teve um ótimo início de competição e encantou sob o comando de Eduardo Coudet, que foi para a Europa e desde então a equipe caiu de rendimento. Já o Palmeiras vem de boas exibições, tanto no campeonato nacional quanto na Copa Libertadores. Mas nenhum dos dois times teve criatividade para fazer algo diferente no primeiro tempo.

Se no campo o futebol apresentado deixou a desejar, fora dele a expectativa estava na despedida do argentino D'Alessandro, que fez história no Colorado e estava na reserva esperando a chance de vestir a camisa do clube pela última vez.

Por uma coincidência do destino, uma parte da torcida do Inter, fora do estádio, preparou um foguetório para homenagear D'Alessandro aos 10 minutos, em alusão à camisa que o jogador vestiu no clube. E foi justamente neste momento que saiu o gol do time, dando mais emoção à despedida.

continua após publicidade

Na etapa final o duelo melhorou um pouquinho principalmente com o Palmeiras tentando o empate com jogadas pelas laterais. Em uma delas, Cuesta tirou a bola e quase marcou contra a própria meta - ela caprichosamente bateu na trave e saiu.

Quando o Palmeiras mais pressionava, o Inter marcou o segundo gol em um contra-ataque. Aos 37, Yuri Alberto recebeu em velocidade e tocou por cobertura na saída de Weverton. Então aos 42 minutos Abel Braga decidiu colocar D'Alessandro em campo para o argentino completar sua 517ª partida no Colorado e comemorar sua última vitória em casa, um resultado importante para um time que ainda sonha com o título.

FICHA TÉCNICA:

continua após publicidade

INTERNACIONAL 2 x 0 PALMEIRAS

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo (Lucas Ribeiro), Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson, Praxedes (Yuri Alberto) e Patrick (D'Alessandro); Caio Vidal (Marcos Guilherme) e Thiago Galhardo (Rodrigo Lindoso). Técnico: Abel Braga.

continua após publicidade

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gómez e Viña (Gabriel Veron); Danilo (Zé Rafael), Gabriel Menino, Lucas Lima (Gabriel Silva), Raphael Veiga (Breno Lopes) e Gustavo Scarpa; Willian. Técnico: Abel Ferreira.

GOLS - Edenilson, aos 10 minutos do 1º tempo; Yuri Alberto, aos 37 do 2º tempo.

ÁRBITRO - Savio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS - Caio Vidal, Thiago Galhardo, Marcelo Lomba, Rodrigo Moledo, Willian, Gabriel Menino e Abel Ferreira.

LOCAL - Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).