Esportes

Corinthians goleia e deixa Ponte Preta em situação delicada no Paulistão

Da Redação ·

Novidade na escalação do Corinthians, Gustavo Mosquito teve grande atuação e ajudou o time a vencer a Ponte Preta por 5 a 0, neste sábado, na Neo Química Arena, em São Paulo. Ele entrou no time no lugar de Giuliano e foi fundamental para garantir os três pontos para sua equipe pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. O placar foi péssimo para a Ponte, que está em situação delicada, na zona de rebaixamento.

continua após publicidade

O resultado dá moral para o Corinthians disputar o clássico de quarta-feira, contra o Palmeiras, em partida atrasada da 6ª rodada. Do outro lado, a Ponte vai para a última rodada contra o Ituano fazendo contas. Precisa vencer e torcer por uma combinação de resultados para se livrar da degola.

Logo de início o Corinthians tomou a iniciativa da partida e na formação do técnico Vítor Pereira, Gustavo atuava no meio, ao lado dos experientes Paulinho e Renato Augusto, e Willian tinha liberdade para ficar mais solto e formar uma dupla de ataque com Róger Guedes. E foi com esse poder ofensivo que o time da casa passou a pressionar.

continua após publicidade

Em chute de Renato Augusto e em outro de Róger Guedes o Corinthians teve duas boas chances. Até que aos 14, numa arrancada de Gustavo, a bola sobrou para Renato Augusto que, da entrada da área, mandou no canto e abriu o placar, em gol muito parecido com outros que ele vem fazendo na temporada.

Depois do gol, a Ponte teve uma chance com Ribamar, que partiu em velocidade, driblou Cássio, mas ficou sem ângulo e acabou mandando para fora. Depois disso, o time de Campinas quase não criou mais chances e aos poucos o Corinthians foi construindo as jogadas para matar o duelo ainda no primeiro tempo.

Aos 44, Fagner recebeu na direita e cruzou para a área. A bola encontrou Paulinho livre que, de primeira, marcou o segundo gol do Corinthians. A torcida ainda comemorava quando Gustavo recebeu na área e mandou na trave. E pouco depois, aos 47, ele recebeu ótimo passe de Willian e tocou por cobertura, de cavadinha, fazendo o terceiro.

continua após publicidade

Na etapa final, com a vitória praticamente garantida, o Corinthians continuou dominando e aos 16 fez o quarto gol, após Adson receber um lindo passe de Fagner e tocar na saída do goleiro. A partir daí o técnico Vítor Pereira mexeu mais na equipe, descansando alguns importantes jogadores como Róger Guedes e Renato Augusto, já de olho no clássico.

A Ponte lutou até o fim, apesar da enorme diferença técnica entre os times, e quase fez seu gol quando Pedro Júnior invadiu a área, driblou Cássio e mandou para o gol, mas Fagner salvou em cima da linha. Depois, Kevin foi expulso e minou qualquer chance de o time de Campinas sonhar com algo mais na partida. E no finalzinho Mantuan fez o quinto, fechando a goleada.

FICHA TÉCNICA:

continua após publicidade

CORINTHIANS 5 x 0 PONTE PRETA

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton (Mantuan); Du Queiroz (Cantillo), Gustavo Mosquito (Adson), Paulinho e Renato Augusto (Giuliano); Willian e Róger Guedes (Jô). Técnico: Vítor Pereira.

continua após publicidade

PONTE PRETA - Ygor Vinhas; Kevin, Thiago Oliveira, Fabrício e Jean Carlos; Léo Santos (Moisés Ribeiro), Wesley (João Pedro), Léo Naldi, Matheus Anjos (Thalles) e Fessin (Pedro Júnior); Ribamar (Josiel). Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Renato Augusto, aos 14, Paulinho, aos 44, e Gustavo Mosquito, aos 47 minutos do 1º tempo; Adson, aos 16, e Mantuan, aos 49 minutos do 2º tempo.

CARTÕES AMARELOS - Du Queiroz, Róger Guedes, Fagner, Wesley, Matheus Anjos, João Pedro, Pedro Júnior, Léo Naldi e Moisés Ribeiro.

continua após publicidade

CARTÃO VERMELHO - Kevin.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira.

RENDA - R$ 2.384.518,00.

PÚBLICO - 39.488 pagantes.

LOCAL - Neo Química Arena, em São Paulo (SP).