Esportes

Com gol no fim e um jogador a menos, Bolívia se reabilita e derrota Peru em casa

Da Redação ·

No duelo que abriu as disputas da quinta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que foi remarcado por conta da pandemia do novo coronavírus, a Bolívia conseguiu neste domingo um bom resultado em casa para seguir com chances de brigar por uma das vagas. Jogando no estádio Hernando Siles, em La Paz, venceu o Peru por 1 a 0. Ramiro Vaca, já no segundo tempo, quando o time estava com um jogador a menos, marcou o único gol da partida.

continua após publicidade

Com o resultado, a Bolívia aparece na oitava colocação com nove pontos e conquistou apenas a sua segunda vitória em 11 jogos. Já o Peru se complicou na briga pela classificação. Com 11 pontos, a seleção peruana é a sétima colocada.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado e as duas seleções se alternaram nas chances de gols. A melhor chance da Bolívia veio aos 26 minutos, quando Saucedo apareceu na entrada da área, mas chutou por cima. A resposta do Peru aconteceu aos 33. Gabriel Costa bateu cruzado e o goleiro Lampe conseguiu espalmar para fora. Por isso, o duelo foi para o intervalo zerado.

continua após publicidade

Na volta do segundo tempo, a Bolívia ditou o ritmo da partida e quase abriu o placar aos cinco minutos, mas o goleiro Gallese fez duas boas defesas. Melhor em campo, a seleção da casa acabou tendo o goleiro Henry Vaca expulso após uma falta dura.

Mesmo com um jogador a menos, foi para cima e conseguiu abrir o placar. Aos 36 minutos, após um cruzamento na área, Marcelo Moreno chutou com perigo e o zagueiro Callens conseguiu fazer o corte, mas, no rebote, Ramiro Vaca escorou para o fundo das redes. Nos minutos finais, a partida seguiu movimentada, mas a Bolívia venceu mesmo por 1 a 0.

As duas seleções voltam a campo nesta quinta-feira para a 12.ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Às 17 horas (de Brasília), a Bolívia recebe o Paraguai, no mesmo estádio Hernando Siles. Um pouco mais tarde, às 20h30, o Peru visita a Argentina, no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires.