Esportes

Com covid-19 em Londres, técnico comanda Chelsea à distância, diz auxiliar

Da Redação ·

O Chelsea fará sua estreia no Mundial de Clubes da Fifa com uma baixa de peso no banco de reservas. O técnico Thomas Tuchel está em Londres por ter contraído covid-19 às vésperas da viagem da delegação do clube inglês para os Emirados Árabes Unidos. Mas, apesar da distância, o treinador segue com voz ativa na definição do time que enfrentará o Al Hilal nesta quarta-feira, pela semifinal do torneio internacional.

continua após publicidade

"Estamos em contato constante com Thomas. Temos um monte de reuniões juntos, ele nos liga o tempo todo. Fazemos ligações durante e depois do treino. Estamos tentando fazer como se ele estivesse aqui conosco", disse Zsolt Low, um dos dois auxiliares que estão substituindo Tuchel em Abu Dabi. O outro é Arno Michels.

A dupla vem seguindo as orientações do treinador alemão desde a chegada ao Emirados Árabes, no domingo. "Não podemos copiar o Thomas, ele é um dos melhores técnicos do mundo. É por isso que precisamos compartilhar tudo com toda a comissão técnica. Tentamos levar o time para a frente e fazemos mudanças o tempo todo quando alguém percebe algo ou tem uma boa opinião", conta Low.

continua após publicidade

O auxiliar admitiu que comandar o atual campeão europeu sem o técnico é uma tarefa complicada. "É um grande desafio, mas tentamos fazer o melhor possível. Ele faz a parte dele em suas mensagens e ligações. Até agora, tudo tem sido absolutamente perfeito", comentou.

Para tanto, a dupla de auxiliar conta com um reforço importante. Conselheiro do time, o experiente ex-goleiro Petr Cech tem ajudado nos treinos. "Ele é um cara incrível e nos dá todo o apoio. Ele está conosco o tempo todo e tem um feeling muito bom. Estamos muito felizes por tê-lo conosco", comentou Low.

O auxiliar explicou que o grupo está na expectativa pelo próximo teste de covid-19 de Tuchel. Se der negativo, ele estará liberado para viajar para Abu Dabi. Neste caso, ele poderia comandar o time in loco na partida seguinte do Chelsea no Mundial, seja a disputa do terceiro lugar ou a final, ambas marcadas para sábado.

continua após publicidade

O time londrino vai enfrentar o Al Hilal, da Arábia Saudita, às 13h30 (de Brasília), nesta quarta. Será a segunda semifinal do Mundial. A primeira terá o Palmeiras e o Al Ahly, nesta terça.

Sobre a escalação para esta quarta, o auxiliar não revelou detalhes. Apenas indicou que o meia Mason Mount deve retornar ao time. O lateral-direito Reece James foi vetado e o goleiro Edouard Mendy poderá retomar o posto de titular após participar da conquista da Copa Africana de Nações, pela seleção do Senegal, no domingo.