Esportes

Com atuação de gala em Lisboa, Manchester City massacra o Sporting por 5 a 0

Da Redação ·

Com enorme desigualdade técnica, o Manchester City massacrou o Sporting, por 5 a 0, nesta terça-feira, em Lisboa, pelo duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Com isso, o time inglês vai poder perder até por 4 a 0, em casa, dia 9 de março, para seguir às quartas de final da principal competição de clubes da Europa.

continua após publicidade

O Sporting foi audacioso no começo do primeiro tempo. Buscou ser agressivo, ao buscar o ataque, sempre pelas laterais do campo. Mas sua coragem bateu de frente com o poder técnico do City, que abriu o placar, aos sete minutos, após jogada com participação de todo o setor ofensivo. O lance precisou de confirmação do VAR.

A desvantagem no placar não tirou o ânimo do Sporting, que continuou sua tentativa de atacar o City. Pedro Porro e Pedro Gonçalves, pela direita, eram os mais acionados. Mas o talento do time inglês voltou a desequilibrar a partida.

continua após publicidade

Aos 17 minutos, Bernardo Silva acertou um belo e difícil chute para aumentar o placar em favor do City. O segundo gol deu a impressão de que os ingleses iriam tirar o pé, diante da queda de moral da equipe portuguesa. Mas aí entrou em ação Pep Guardiola e seu poder de tirar o máximo de seus jogadores.

O treinador espanhol passou a berrar na beirada do campo, exigindo que a postura ofensiva do City fosse mantida apesar dos 2 a 0 no placar. E os jogadores acataram as ordens do 'chefe'. Com De Bruyne com espaço para criar, os gols continuaram a sair com facilidade.

Aos 32, após jogada individual de Mahrez, pela direita, Foden surgiu rápido pelo meio para fazer 3 a 0. E ainda houve tempo para sair o quarto gol. Foi marcado, aos 44 minutos, por Bernardo Silva, que contou com o desvio da zaga.

continua após publicidade

No início do segundo tempo, a disposição do City continuou a mesma. Bernardo Silva chegou a marcar mais uma vez, mas o VAR anulou. Aos 13, não teve jeito. Sterling, com um lindo chute colocado de fora da área, no ângulo, marcou 5 a 0.

A partir daí, finalmente, o Manchester City diminuiu o ritmo e Guardiola aproveitou para fazer alterações na equipe, descansando alguns de seus titulares. Do lado do Sporting, os 50 mil torcedores que lotaram o estádio, aplaudiram sua equipe ao final da partida, apesar da derrota.