Claudinho brilha, faz 2 gols e comanda goleada do Bragantino sobre o Vasco - TNOnline
Mais lidas

    Esportes

    Esportes

    Claudinho brilha, faz 2 gols e comanda goleada do Bragantino sobre o Vasco

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 20.01.2021, 23:37:00 Editado em 20.01.2021, 23:44:19
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Liderado por Claudinho, que viveu noite inspirada nesta quarta-feira e balançou as redes duas vezes, o Red Bull Bragantino goleou o Vasco com muita autoridade. Em casa, no Nabi Abi Chedid, o time de Bragança Paulista sobrou e fez 4 a 1 no rival carioca, que mostrou muitas deficiências e foi dominado durante quase todo o duelo da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

    O Bragantino chegou ao quarto jogo sem perder e subiu para a décima colocação, com 41 pontos, o que o faz sonhar com uma vaga na fase prévia da Copa Libertadores. Já o Vasco viu ser reaceso o sinal de alerta em relação à briga contra o rebaixamento com o segundo revés seguido. O time comandado por Vanderlei Luxemburgo é o 16º colocado, com 32 pontos, e voltará à zona da degola caso o Fortaleza empate ou vença o Santos nesta quinta. A situação é preocupante também pelo desempenho do Cruzmaltino, que marcou mal, teve muita dificuldade na criação das jogadas e foi presa fácil para a equipe do interior paulista.

    Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a 32ª, o Vasco recebe o Atlético-MG em São Januário no sábado, às 21 horas. Na segunda-feira, às 20 horas, o Red Bull Bragantino visita o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo.

    O Bragantino dominou completamente o primeiro tempo diante de um Vasco que deu muito espaços, não conseguiu se aproximar da área do adversário e não incomodou o rival uma vez sequer. Luxemburgo escalou a equipe com quatro meio-campistas, mas viu que a estratégia se mostrou falha e ainda na etapa inicial lançou mão de Pikachu no lugar de Juninho.

    Com espaço para triangular, o time de Bragança Paulista sobrou em campo, liderado por Claudinho. Muito técnico, o meia comandou as ações ofensivas. Foi dele o cruzamento na medida para Ramires abrir o placar de cabeça aos 14 minutos. Aos 22, o camisa 10 deu um lindo chapéu em Léo Gil e arrematou por cima do gol.

    Os anfitriões não desceram ao vestiário com uma vantagem elástica graças a Fernando Miguel, que fez ao menos duas defesas difíceis e também contou com a sorte para não ser vazado mais vezes. Aos 23, o goleiro espalmou finalização de Helinho e viu a bola explodir no travessão. Na sobra, Edimar chutou rente à trave.

    Aos 36, Artur arriscou de fora da área, e Fernando Miguel espalmou para frente. Na sequência, Ramires mandou por cima, evidenciando o domínio completo dos donos da casa, que controlaram o jogo à sua maneira e saíram de campo com dez finalizações contra duas do rival, protagonista de uma atuação desastrosa.

    Na volta do intervalo, o panorama seguiu semelhante, com o Bragantino com facilidade para penetrar na defensa vascaína. Mas o Vasco melhorou com as entradas de Carlinhos e Juninho e passou a ser mais competitivo. Não conseguiu, porém, criar ações ofensivas e ajudar Cano, que ficou isolado no comando de ataque. O argentino teve apenas uma situação em que ficou perto de marcar, mas foi bloqueado por Léo Ortiz.

    A equipe do interior paulista quase ampliou aos 20 minutos, com Hurtado, que concluiu perto da trave. O gol veio aos 26. E foi uma pintura anotada por Claudinho. Em jogada ensaiada, Artur encontrou o camisa 10 na entrada da área. Ele dominou e mandou a bola no ângulo esquerdo de Fernando Miguel, que nada pôde fazer além de olhar a bola entrar.

    O Bragantino era soberano, mas uma falha de Cleiton recolocou o Vasco no jogo. O goleiro tentou encaixar chute de longe de Carlinhos e soltou a bola nos pés do jovem Gabriel Pec, que não desperdiçou e diminuiu aos 32. O gol empolgou o time carioca, que se lançou ao ataque atrás do empate, mesmo que sem muita organização.

    No entanto, Claudinho, muito inspirado, reapareceu para sepultar a reação vascaína. Hurtado roubou a bola de Andrey e acionou o meia, que arriscou da entrada da área e viu a bola desviar em Werley e enganar Fernando Miguel. Noite mágica do camisa 10, que agora soma 15 gols no Brasileirão e virou o vice-artilheiro do torneio ao lado de Marinho. O maior goleador é Thiago Galhardo, com 16.

    Ainda deu tempo para Hurtado anotar o quarto em linda cobrança de falta nos acréscimos e dar ainda mais brilho à goleada do Bragantino sobre um Vasco frágil, repleto de deficiências e que protagonizou uma exibição desastrosa, para se esquecer.

    FICHA TÉCNICA

    RED BULL BRAGANTINO 4 X 1 VASCO

    RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan (Weverton), Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Raul, Ramires (Bruno Tubarão) e Claudinho; Artur (Leandrinho), Ytalo (Hurtado) e Helinho (Cuello). Técnico: Maurício Barbieri.

    VASCO - Fernando Miguel; Léo Matos (Gabriel Pec), Werley, Leandro Castan e Neto Borges; Andrey, Léo Gil (Marcos Júnior), Juninho (Yago Pikachu) e Caio Lopes (Carlinhos); Talles Magno (Vinícius) e Cano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

    GOLS - Ramires, aos 14 minutos do primeiro tempo. Claudinho, aos 26, Gabriel Pec, aos 32, Claudinho, aos 40, e Hurtado, aos 47 minutos do segundo tempo.

    ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS)

    PÚBLICO E RENDA - Jogo sem torcida.

    LOCAL - Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "Claudinho brilha, faz 2 gols e comanda goleada do Bragantino sobre o Vasco"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.