Esportes

City só empata sem gols com o Sporting e está nas quartas da Liga dos Campeões

Da Redação ·

Sem vários titulares e com a cabeça mais no Campeonato Inglês, o Manchester City só empatou com o Sporting, sem gols, nesta quarta-feira, na Inglaterra, em duelo válido pelo jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Como vencera no primeiro jogo, por 5 a 0, o time inglês se classificou para as quartas.

continua após publicidade

O primeiro tempo foi como se esperava: morno. A enorme vantagem obtida no primeiro jogo levou o City entrar em campo para imprimir um ritmo bem abaixo daquele que normalmente apresenta, enquanto o Sporting não tinha ânimo para tentar uma virada histórica.

A intenção dos portugueses era honrar a camisa do time, que levou 2,5 mil torcedores até Manchester. Com isso, a equipe se posicionou em seu campo, iniciando a marcação apenas na metade do gramado para explorar os contra-ataques, algo que não aconteceu nos primeiros 45 minutos.

continua após publicidade

O Manchester, sem alguns de seus principais jogadores, adotou uma postura mais lenta, troca de passes menos intensa e sem a presença do apoio constante dos laterais. Talvez pelo momento que o time passa, afinal disputa vários campeonatos ao mesmo tempo, principalmente no Campeonato Inglês, no qual a disputa com o Liverpool é muito acirrada.

Segundo tempo foi melhor com a entrada de atletas que estavam no banco. No City, Guardiola colocou o jovem James McAtee, pelo lado esquerdo, junto com Sterling, Zinchenko e Gabriel Jesus. Aliás, o brasileiro chegou a marcar um gol, aos dois minutos, mas o VAR anulou.

O Sporting, apoiado por sua torcida, enlouquecida com a segunda participação da equipes nas oitavas da Liga dos Campeões, também foi ao ataque, pela direita, com Marcus Edwards, que finalizou fraco para a defesa de Ederson, aos 15 minutos.

continua após publicidade

O clima tranquilo, com poucas faltas de lado a lado, incentivou o técnico Pep Guardiola até a trocar o goleiro Ederson pelo reserva Scott Carson, aos 27 minutos. Quatro minutos depois ele teve de trabalhar, ao impedir, cara a cara, o gol de Paulinho.

Em ritmo de treinamento, as equipes até criaram algumas oportunidades. A melhor delas foi do City, aos 48, com Sterling, mas o empate foi o resultado mais justo.