Esportes

Chelsea se reabilita com sofrida vitória sobre o Southampton e lidera o Inglês

Da Redação ·

O Chelsea reencontrou o caminho das vitórias neste sábado, depois de perder duas vezes seguidas na semana. Fez 3 a 1 sobre o Southampton, em Stanford Bridge, num duelo bastante sofrido. O rival não tinha vencido ainda no Campeonato Inglês, mas dificultou as ações até ter um jogador expulso. Dois gols no fim garantiram a festa e a liderança do campeão europeu, ao menos até este domingo, quando o Liverpool enfrenta o Manchester City.

continua após publicidade

Diante de um adversário sem vitórias após seis rodadas no Campeonato Inglês, a recomendação de Tomás Tuchel era se redimir em grande estilo após derrotas por placar mínimo para Manchester City e Juventus, este na Liga dos Campeões.

Mas não foi o que ocorreu em Londres. Depois de sair na frente, com Chalobah, o Chelsea viu Prowse empatar no segundo tempo e ameaçar a vitória dos mandantes. O capitão do Southampton, então herói da igualdade, ao Beter bem o pênalti, acabou expulso e facilitou a vida do time de Tuchel, que buscou a vitória nos minutos finais e saiu de campo aplaudido.

continua após publicidade

O Chelsea começou em cima do Southampton e demorou somente oito minutos para abrir vantagem no marcador. Já tinha desperdiçado boa chance com Timo Werner, quando Chalobah, de cabeça, fez 1 a 0. Na frente do placar, o time ficou muito tranquilo em Stanford Bridge, chegando ao ataque a todo momento. Era questão de tempo o segundo gol. Com bombardeio, o time de Tuchel anotou outras duas vezes antes do intervalo. Os gols de Lukaku e Werner acabaram anulados, entretanto.

O belga estava impedido e Azpilicueta fez falta antes de cruzar para o alemão anotar, em flagras do VAR. O segundo gol anulado deixou Tuchel bastante irritado. O técnico protestou veementemente e acabou punido com cartão amarelo.

Se o técnico já estava bravo, ficou ainda mais revoltado com o pênalti cometido pelo lateral Chilwell, de volta recuperado de lesão. Um carrinho na área acabou custando a igualdade. Prowse bateu bem e igualou o placar.

continua após publicidade

Enquanto Lukaku não conseguia marcar seu 10° gol em duelos contra o Southampton, Werner seguia dando trabalho. O atacante exigiu ótima defesa do goleiro até vir o lance que decidiria o confronto. Prowse deu carrinho muito forte em Jorginho e levou amarelo. O VAR entrou em ação e recomendou o vermelho. Restavam 15 minutos para o Chelsea buscar a vitória.

Precisou de menos. Werner, enfim, fez o seu buscado gol na partida e aliviou a pressão. No fim, após duas bolas seguidas na trave, Chilwell também se redimiu do pênalti ao fechar a vitória. O Chelsea só perde a liderança se o Liverpool ganhar do City.

Em outros jogos do Inglês, o Leeds fez 1 a 0 no Watford, Burnley e Norwich ficaram no 0 a 0 e Wolverhampton fez 2 a 1 no Newcastle.