Esportes

Charles do Bronx vence e mantém título no UFC; Amanda Nunes é surpreendida

Da Redação ·

A noite do último sábado foi de alegria e frustração para o Brasil em Las Vegas, durante as disputas do UFC 269. Enquanto Charles do Bronx conseguiu derrotar o norte-americano Dustin Poirier por finalização na luta principal, Amanda Nunes foi surpreendida por Julianna Peña, também dos Estados Unidos, e acabou derrotada.

continua após publicidade

Charles sofreu durante o primeiro round, recebendo golpes duros do adversário, mas melhorou no segundo assalto e garantiu a vitória no terceiro, quando finalizou Poirier com um mata-leão. "Eu sou o campeão mundial. Eles falam, falam e falam, mas eu venho aqui e faço", disse o brasileiro depois da luta.

Agora, o paulista soma 15 vitórias por finalização em lutas válidas pelo UFC. Além disso, acumula dez triunfos consecutivos. Já no peso-galo (até 61kg) feminino, a campeã não conseguiu ampliar os números positivos após um resultado surpreendente, considerado uma grande zebra da história do MMA.

continua após publicidade

Depois de uma sequência de 12 vitórias, a brasileira Amanda Nunes foi finalizada aos 3min26s do segundo round por Juliana Peña, no co-evento principal da noite. Com isso, o cinturão da categoria foi parar nas mãos da norte-americana, que retirou o título defendido por Nunes desde julho de 2016.

A baiana até derrubou a adversária duas vezes no primeiro round, mas viu uma grande reação na sequência. Perto do fim da luta, Julianna encaixou um mata-leão para decretar a derrota brasileira. "Eu já disse: nunca mais duvide de mim", comemorou Julianna. "Vontade, força e determinação vão te levar a lugares", completou.