Chapecoense derrota Guarani e se aproxima dos líderes da Série B - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Chapecoense derrota Guarani e se aproxima dos líderes da Série B

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A Chapecoense manteve a invencibilidade e se aproximou dos líderes Paraná e Cuiabá ao derrotar o Guarani por 2 a 0 na noite desta segunda-feira, na Arena Condá, pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. De quebra, o clube catarinense defendeu o tabu de nunca ter perdido do clube campineiro. O time paulista perdeu dois pênaltis no segundo tempo.

Na história, foram apenas dois confrontos, ambos pela Copa de Brasil de 2018: empate sem gols no Brinco de Ouro da Princesa e triunfo por 3 a 1 na Arena Condá. O duelo também marcou novo reencontro de Umberto Louzer com o Guarani, com nova vitória. Pelo Coritiba, o treinador venceu por 1 a 0, em Campinas.

O resultado levou a Chapecoense para a terceira colocação da Série B com dez pontos, mesma pontuação do Cuiabá e um a menos do que o Paraná. Já o Guarani continuou com apenas três, na 16ª posição. Na zona de rebaixamento, o Brasil de Pelotas também tem três.

Para o duelo, o técnico Thiago Carpini apostou em uma nova formação, com Wálber na esquerda e com Romércio e Didi centralizado, além do goleiro Rafael Pin, que ganhou a disputa com Jefferson Paulino. Já a Chapecoense entrou sem muitas novidades em relação aos últimos jogos.

O primeiro tempo começou morno, com os dois times tentando buscar o gol. O Guarani apostou em tiros de longa distância. Em um deles, Igor Henrique assustou. Mas a melhor chance foi da Chapecoense. Após saída errada de Didi, Vini Locatelli recuperou a bola, passou por Rafael Pin e chutou meio que sem ângulo. Romércio tirou em cima da linha.

A partir daí o jogo ficou com poucos lances de perigo e só foi ganhar em emoção aos 39 minutos. Em cobrança de escanteio de Alan Ruschel, Luiz Otávio ganhou a dividida com a defesa do Guarani e viu a bola ficar com Aylon. O atacante acertou um bonito chute para fazer 1 a 0.

A Chapecoense fez o segundo dois minutos depois. Aylon deixou a bola com Anselmo Ramon, que ajeitou e chutou com força para superar Rafael Pin. Acuado, o Guarani foi responder com Lucas Crispim, mas João Ricardo fez a defesa.

No intervalo, Carpini tentou corrigir a proposta inicial, que não teve qualquer efeito no adversário. O treinador voltou com Bidu na vaga de Wálber, mas a situação piorou ainda mais aos seis minutos, quando Igor Henrique cometeu nova falta, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso.

Apesar de estar com um jogador a menos, o Guarani começou a apertar a Chapecoense, que se acomodou com o resultado. Aos 22 minutos, Joilson derrubou Waguininho dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Júnior Todinho foi para a cobrança e parou na defesa de João Ricardo. Antes mesmo da bola ir a jogo, Carpini sacou o atacante para colocar Giovanny.

E o atacante sofreu do mesmo mal do seu antecessor. Aos 38 minutos, Anselmo Ramon cometeu pênalti ao segurar Deivid. Giovanny cobrou e mandou caprichosamente na trave. Nos minutos finais, o ímpeto do Guarani acabou e o empate foi decretado.

Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Cuiabá na sexta-feira, às 20h30, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT). No mesmo dia, às 21h30, o Guarani recebe o Náutico no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 2 x 0 GUARANI

CHAPECOENSE - João Ricardo; Matheus Ribeiro, Joílson, Luiz Otávio e Alan Ruschel; Willian Oliveira, Ronei (Anderson Leite) e Vini Locatelli (Roberto); Aylon (Rone), Anselmo Ramon (Lima) e Paulinho Moccelin (Paulinho). Técnico: Umberto Louzer.

GUARANI - Rafael Pin; Pablo (Cristovam), Romércio, Didi e Wálber (Bidu); Deivid, Igor Henrique e Lucas Crispim; Waguininho (Bruno Sávio), Rafael Costa (Eduardo Person) e Júnior Todinho (Giovanny). Técnico: Thiago Carpini.

GOLS - Aylon, aos 39, e Anselmo Ramon, aos 41 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alan Ruschel, Anselmo Ramon, Paulinho Moccelin, Ronei e Vini Locatelli (Chapecoense); Cristovam Waguininho (Guarani).

CARTÃO VERMELHO - Igor Henrique (Guarani).

ÁRBITRO - Ronei Candido Alves (MG).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Chapecoense derrota Guarani e se aproxima dos líderes da Série B"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.