Esportes

CBF divulga áudio do VAR de Palmeiras x São Paulo sem checagem de impedimento

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Comissão de Arbitragem da CBF divulgou neste sábado o áudio do VAR da partida entre Palmeiras e São Paulo, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil, realizada na última quinta-feira. A atuação da arbitragem ficou marcada, sobretudo, pela marcação de um pênalti polêmico em Calleri no segundo tempo da partida. Porém, no lance, o atacante são-paulino estava em posição de impedimento, algo que a entidade admitiu que não foi checado pela arbitragem de vídeo.

continua após publicidade

Após a partida, o Palmeiras protocolou um ofício contra a equipe que comandou o VAR na partida. Posteriormente, a CBF anunciou o afastamento de Emerson de Almeida Ferreira e Marcus Vinicius Gomes, responsáveis pelo VAR na ocasião. A dupla estava escalada para o duelo entre Athletico-PR e Internacional, que aconteceu neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

No material divulgado, a Comissão reconhece que a posição de Calleri na jogada era ilegal e que o lance deveria ter sido melhor checado, para que o pênalti não fosse marcado. "O árbitro assistente de vídeo deveria ter observado os melhores ângulos disponíveis. Em lances ajustados, a linha virtual deve ser utilizada para a confirmação da decisão de campo", diz o áudio.

continua após publicidade

Porém, os assistentes de vídeo não seguiram o protocolo e não analisaram a posição do atacante são-paulino na jogada. Com isso, Leandro Pedro Vuaden, árbitro principal da partida, consultou o VAR e confirmou o pênalti. Luciano converteu a cobrança que deixou o placar em 2 a 1, totalizando 2 a 2 no agregado. O resultado forçou a disputa de pênaltis e a classificação ficou com o São Paulo.