Esportes

Carismática e ainda mais nova que Rayssa, skatista Sky Brown estreia no park

Da Redação ·

Se o Brasil tem o talento de Rayssa Leal no street do skate, a Grã-Bretanha aposta no carisma de Sky Brown, especialista no park. Aos 13 anos, ela é a grande atração da modalidade que estreia nos Jogos de Tóquio nesta terça-feira, às 21h (horário de Brasília), com eliminatórias e as finais na sequência.

continua após publicidade

Sky nasceu em 7 de julho de 2008. É mais nova inclusive que Rayssa, que é de 4 de janeiro do mesmo ano - a brasileira foi medalha de prata em sua disputa. Mas cada uma compete em uma modalidade diferente e ambas chamam a atenção pela facilidade que têm em cima do skate.

A jovem atleta britânica é um ícone mundial e sua imagem apareceu diversas vezes durante a cerimônia de abertura. Isso porque ela cresceu no Japão, mais precisamente em Miyazaki, no sul do Japão, um local com belas praias e natureza exuberante, mas agora, na reta final de preparação, foi morar na Califórnia, nos Estados Unidos. A garota também surfa, mas foi no skate que encontrou sua verdadeira paixão.

continua após publicidade

Ela até poderia representar o país de sua mãe japonesa Maiko, mas optou pela Grã-Bretanha, de onde é seu pai Stuart. No contato com o comitê olímpico de lá, o convite foi feito e todos deixaram bem claro para eles que seria uma participação sem qualquer pressão por resultado. Eles toparam, mas sabem que ela tem chance de pódio.

Mesmo com tão pouca idade, ela possui contratos milionários de patrocínio e tem 925 mil seguidores no Instagram. Lá, mostra sua vida, faz dancinhas, brinca com o irmão mais novo Ocean e apresenta muitas manobras ousadas no skate. O talento precoce chama atenção por fazer coisas que muitas atletas mais velhas ainda não conseguem.

Sua família sempre deixou claro que os estudos são prioridade, então ela leva uma vida normal de adolescente, mas também se diverte praticando o esporte. Em 2019, ela esteve no Brasil para competir no Mundial de Skate Park (ficou na terceira posição) e fazia seus estudos e lições à distância.

continua após publicidade

Na prova de park, ela está entre as favoritas a ficar no pódio, mas o ouro tem tudo para ser da japonesa Misugu Okamoto, campeã mundial no evento em São Paulo. Seu nível técnico é muito grande, mesmo tendo apenas 15 anos. Outro nome de peso é Lizzie Armanto, da Finlândia.

O Brasil estará representado por três atletas: Yndiara Asp, Dora Varella e Isadora Pacheco. Elas treinaram na pista do Ariake Urban Sports Park e gostaram bastante. "Fiz uma das melhores sessões da minha vida. Melhor pista que eu já andei. Eu não sabia nem que era possível ter um aniversário tão bom", afirmou Dora Varella, que completou 20 anos no sábado.

"A pista é maravilhosa e ela vai proporcionar um alto nível de skate. Ela é toda perfeitinha. Acho que é a melhor pista que eu já andei na minha vida e a sessão foi muito boa. Deu para dar um bom reconhecimento e ver o que a gente vai mandar algumas boas manobras. Foi muito bom", completou Yndiara.

MASCULINO - O Brasil tem também três atletas no masculino no skate park. Pedro Barros, um dos favoritos na prova, Luizinho Francisco, que pode surpreender, e Pedro Quintas. Entre os competidores de outros países, destaque para Heimana Reynolds, dos Estados Unidos. As disputas no masculino começam quarta-feira, às 21h.