Esportes

Carille cobra Santos pensando apenas no futuro, com 'concentração e menos erros'

Da Redação ·

Fábio Carille quer que os jogadores do Santos passem uma borracha no passado e esqueçam a fraca campanha feita até agora pelo time no Brasileirão, com somente 28 pontos somados e na luta contra a queda. A ordem é se concentrar nas 13 partidas que restam à equipe, a começar pelo confronto direto com o Sport, domingo, no Recife.

continua após publicidade

O treinador sabe que o time ainda deixa bastante a desejar em alguns quesitos, mas pediu para todos não ficarem olhando para trás. Na visão dele, se o time ficar lembrando dos tropeços "estará ferrado". "Vamos treinar pela manhã (desta quinta-feira), passar detalhes da partida e falar o que precisamos melhorar o quanto antes por um jogo equilibrado no Recife. É um jogo decisivo", afirmou Carille, já visando o embate da Ilha do Retiro.

O técnico sabe que não pode de jeito algum deixar escapar pontos no Recife e promete uma postura mais firme, com time compacto na defesa e atrevido no ataque como no primeiro tempo diante do Juventude, para ele, o melhor apresentado sob seu comando.

continua após publicidade

"Se só olharmos para trás estamos ferrados, precisamos olhar para a frente. Faltam 13 jogos. Se olhar e levar o que o Santos fez até agora fica ruim e não nos leva a nada. É melhorar com os erros daqui para frente", cobrou. "A gente já começou esse trabalho. Não vi vídeos ou lances agora, procurei conversar e chamar a atenção das questões que podemos resolver em uma partida, como a bola parada. É assimilar o golpe, amanhã (hoje) é outro dia. Vamos passar toda a confiança."

Passar palavras de incentivo e apenas jogar o elenco para cima virou um mantra de Carille depois dos 3 a 1 para o líder Atlético-MG. Ele quer mexer com o brio de seus atletas pela volta por cima na competição.

"É um grupo inteligente e sabe o peso da partida do domingo. Vamos fazer o nosso melhor em Recife para buscarmos o que queremos. Com qualidade técnica, esforço de todos e a atenção que precisamos ter".

A grande recomendação é um time mais ligado, atento às jogadas para não repetir erros que andam gerando gols sofridos e custando pontos preciosos. "Temos de estar mais atentos, com concentração lá em cima, ainda mais em jogo decisivo. Estamos perto (do Sport) na tabela. Não posso reclamar de vontade, de entrega, desde o início o time está correndo e lutando, mas temos que ter mais concentração e jogar mais, sim."