Esportes

Campeão com a seleção sub-23, ala treina nos EUA de olho no Draft da NBA de 2023

Marcius Azevedo (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Campeão da temporada do NBB por Franca e com atuações sólidas pela seleção brasileira no Globl Jam, torneio sub-23 em que o Brasil ficou com o título ao derrotar os Estados Unidos no último domingo, Márcio Henrique seguiu diretamente para Las Legas. O brasileiro vai ficar por lá até o dia 19, treinando na Impact Basketball Academy, especializada no desenvolvimento de atletas para atuar na NBA e que trabalha com astros como Kawhi Leonard, Kyle Lowry e Jaylen Brown.

continua após publicidade

O projeto idealizado para o jogador de 19 anos com seu estafe é prepará-lo para o Draft da NBA de 2023. "Quero evoluir e aprimorar meu jogo durante esse período de treinamento. Sei que a Impact é uma grande academia que desenvolveu grandes atletas para a NCAA e NBA. Isso elevará o nível da minha preparação para a próxima temporada", afirmou Márcio. "É muito importante porque treinando com os melhores atletas do mundo todos vão ter uma noção real de onde estou e onde posso chegar."

Márcio tem como representantes Fransérgio Bastos, Guilherme Pastor e Daniel Nóbrega e, segundo eles, o período de treinos nos Estados Unidos é o início da caminhada que pode culminar com sua entrada na NBA.

continua após publicidade

"É muito importante que ele possa treinar em alto nível, sendo testado dia após dia com atletas que também desejam ser draftados", explicou Fransérgio. "Marcio é um jovem de grande talento, mas sabemos que assim como todo jovem atleta, existem pontos necessários para serem desenvolvidos e amadurecidos", reforçou Guilherme. "Vimos a impressão que ele causou (pela seleção) e isso só reforçou a importância desse período de treinamentos em Las Vegas", acrescentou Daniel, que está com Márcio nos EUA.

Pela seleção, Márcio fez bons jogos, com destaque para o desempenho contra os Estados Unidos. Na final, o ala registrou um duplo-duplo, com 11 pontos e 10 rebotes. "Foi uma experiência totalmente diferente, poder ter essa visibilidade em um torneio internacional, acredito que o aprendizado foi muito grande. Enfrentar atletas cotados para NBA, estilos de jogo diferentes, e essa pressão positiva por estar representando o nosso país", avaliou o jogador, que elogiou o trabalho de Tiago Splitter.

Atual assistente técnico do Brooklyin Nets, o ex-jogador da seleção fez sua estreia como treinador principal no Globl Jam. "Trabalhar com um ídolo é um privilégio. Oportunidade única, ainda mais sendo o profissional que é. Como atleta jogou no mais alto nível por muito tempo e foi campeão da NBA. Agora como coach vem fazendo um grande trabalho no Brooklyin Nets e também na seleção. Foi uma honra ter a oportunidade de trabalhar com um dos principais nomes do nosso esporte."

continua após publicidade

Como o foco é o Draft de 2023, assim que cumprir o período de treinos em Las Vegas, Márcio volta ao Franca para mais uma temporada. Na última foi campeão do NBB, com médias de 8,1 pontos e 4,4 rebotes. "Será uma temporada com mais possibilidades. Há tempos o técnico Helinho vem me dando oportunidade e acredito que posso continuar sendo importante na equipe", afirmou.

"Foi uma temporada mágica. Além de ter mais minutos em quadra, também me senti mais confiante. Sinto que evoluí fisicamente e mentalmente, vencer um NBB, que é um título histórico para cidade de Franca em tão pouco tempo de carreira traz grandes responsabilidades na continuidade do trabalho. Mas são responsabilidades grandiosas", acrescentou Márcio, que é natural de Três Corações, em Minas Gerais, mesma cidade em que nasceu o Rei Pelé.