Campeã nos EUA, Stefani sobe e alcança melhor posição no ranking da WTA - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Campeã nos EUA, Stefani sobe e alcança melhor posição no ranking da WTA

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O retorno de Luisa Stefani aos torneios oficiais não poderia ter sido melhor. Após se sagrar campeã nas duplas no Torneio de Lexington, nos Estados Unidos, a tenista brasileira alcançou seu melhor ranking da carreira ao subir seis posições e alcançar o 39º posto, na atualização desta segunda-feira.

Principal duplista do País, Stefani se torna a primeira brasileira a entrar no Top 40 desde Niege Dias, que foi 39ª colocada no ranking de simples em 1989. "Muito feliz e gratificante chegar no meu novo melhor ranking na carreira, mais uma conquista, mais um passo importante para mim."

Stefani fez seu retorno ao circuito na semana passada, após quase cinco meses de paralisação das competições, em razão da pandemia do novo coronavírus. E, logo em sua primeira competição, levantou o troféu, na quadra dura de Lexington, ao lado da parceira americana Hayley Carter, que subiu cinco posições e agora figura em 38º no ranking.

Foi o segundo título da dupla, campeã anteriormente em Tashkent, no Usbequistão, em outubro do ano passado. Antes disso, elas foram vice-campeãs em Seul, na Coreia do Sul. "Uma baita semana depois de quatro, cinco meses basicamente só treinando, então muito especial fechar a semana com chave de ouro", comentou Stefani.

Após a conquista, a brasileira viajará para Nova York, onde será disputado o primeiro Grand Slam após a retomada do circuito. O US Open terá início no dia 31. E, para poder competir lá, Stefani terá mais uma testagem para covid-19 na terça-feira. Em caso negativo, ela poderá entrar na "bolha" criada pela organização do torneio. Stefani já realizou três testes, todos com resultado negativo.

"Quero aproveitar esse embalo para ir confiante para Nova York. Estou muito animada pelo futuro, o que vem pela frente, muitas metas, objetivos alcançados e sempre aumentando mais. Muito inspirada, motivada e grata por tudo o que está acontecendo", comentou a tenista.

RANKING DE SIMPLES - A segunda semana de competições no circuito feminino trouxe poucas mudanças para o ranking, principalmente em razão das mudanças no sistema de pontuação, adaptado pela WTA por causa da pandemia e do cancelamento de diversos torneios. Nesta segunda, não houve alteração no Top 20.

Entre as dez primeiras colocadas, somente a americana Serena Williams e a romena Simona Halep entraram em quadra. Halep foi campeã em Praga, na República Checa, e segue na vice-liderança. Serena competiu em Lexington, com duas vitórias e queda nas quartas de final. Continua no nono posto do ranking.

A liderança segue com a australiana Ashleigh Barty. A checa Karolina Pliskova aparece no terceiro posto, seguida pela americana Sofia Kenin (4ª), pela ucraniana Elina Svitolina (5ª) e pela canadense Bianca Andreescu (6ª), pela holandesa Kiki Bertens (7ª) e pela suíça Belinda Bencic (8ª). A japonesa Naomi Osaka fecha o Top 10.

A primeira mudança na lista da WTA aconteceu somente na 22ª posição, com a subida da belga Elise Mertens para este posto, desbancando a alemã Angelique Kerber para o 23º lugar.

A melhor brasileira no ranking de simples é Gabriela Cé, atual 232ª do mundo. Teliana Pereira aparece no 371º posto. Beatriz Haddad Maia ocupa a última posição (1.340ª), sem competir desde julho do ano passado em razão da suspensão por doping e da pandemia.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Campeã nos EUA, Stefani sobe e alcança melhor posição no ranking da WTA"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.