Esportes

Calleri vive ano mais artilheiro e fala em colocar São Paulo na briga por títulos

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O gol marcado no empate com o Coritiba por 1 a 1 foi o 100° na carreira de Calleri. Vivendo sua temporada mais artilheira, o argentino espera seguir balançando as redes adversárias para colocar o São Paulo na briga por títulos. Na visão do goleador, a equipe tem totais condições de erguer taças em 2022 e ele espera fazer o time desencantar no Brasileirão contra o América-MG, neste domingo, no Morumbi.

continua após publicidade

O time vem de série de quatro empates que irritaram Calleri ainda em Curitiba. O time já trabalhou nesta sexta-feira de olho nos mineiros e a ordem é conquistar um bom triunfo no Morumbi. O argentino não esconde o entusiasmo.

"Fico feliz por ter feito mais um gol e alcançado essa marca especial na carreira, mas, como disse ontem, saí de campo chateado por causa do empate. Ainda sobre os 100 gols, é um número bem legal e espero seguir melhorando esses dados aqui no São Paulo", disse. "E me dedicarei, cada vez mais, para ajudar o clube a conquistar títulos, pois o São Paulo é gigante e devemos dar alegrias à nossa apaixonada torcida."

continua após publicidade

Calleri não estava na conquista do Paulistão de 2021 e espera desencantar, seja no Brasileirão, na Copa do Brasil ou mesmo na Copa Sul-Americana. Sua boa fase serve de motivação para os demais companheiros.

"Vivo um momento especial no São Paulo. Aliás, desde minha primeira passagem, as coisas sempre foram bem legais aqui", lembrou. "Espero continuar fazendo gols e ajudando a equipe a conseguir as vitórias para brigar por títulos, que é o que realmente vai marcar o meu nome e o dos meus companheiros na história do clube."

Em 2016, foram 16 gols pelo clube, com média de um a cada dois jogos. No retorno em 2021, Calleri sofreu com o estado físico e anotou somente cinco. Na atual temporada, resgatou o ritmo e já balançou as redes adversárias em 17 oportunidades, se tornando o quinto estrangeiro com mais gols no clube.

Calleri está a dois de se igualar ao paraguaio Barrios, que fez 40. Deve ultrapassá-lo rapidamente, depois perseguirá os argentinos Albella (46) e Sastre (56). O uruguaio Pedro Rocha domina, com 119 gols.