Esportes

Bustos adota otimismo e vê Santos mais competitivo: ‘Somos outra equipe’

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Satisfeito com o desempenho do Santos apesar do empate por 2 a 2 com o Athletico-PR no sábado, o técnico Fabián Bustos está otimista com o futuro do time na temporada. Isso porque ele avalia que houve uma evolução notável, responsável por levar os santistas a um nível mais alto de competitividade, com capacidade para peitar os melhores times do país.

continua após publicidade

"O que mais me agrada é que a equipe que pegamos quando chegamos, o que éramos quando começou o Brasileiro, mudou. Hoje somos outra equipe, somos uma equipe competitiva, que pode estar na parte de cima da tabela, com muito trabalho. Competimos com equipes que estão na Libertadores. Competimos com equipes que estão bem, estão fortes", afirmou o treinador.

O Santos ainda não alcançou os principais rivais na tabela do Brasileirão, na qual ocupa a oitava colocação, com 12 pontos, mas conseguiu certa estabilidade e melhorou as atuações. Para um time que brigou contra o rebaixamento no Paulistão, o atual momento é, certamente, mais pacífico, apesar de alguns torcedores ainda olharem com desconfiança, já que a equipe empatou três vezes e perdeu uma nos últimos quatro jogos.

continua após publicidade

Existe uma preocupação para os próximos compromissos, pois Marcos Leonardo, destaque santista na temporada e autor dos dois gols contra o Athletico-PR, não estará à disposição. Assim como o zagueiro Kaiky, ele foi convocado pela seleção brasileira sub-20 e será desfalque contra Internacional, na quarta-feira, e Atlético-MG, no próximo sábado..

Questionado sobre um possível substituto para o garoto, Bustos preferiu não cravar nenhum nome. "Nós trabalhamos todo dia e vamos vendo, vai jogar quem trabalhar melhor durante a semana de treinamentos. Marcos Leonardo está na seleção, Kaiky está na seleção, e nós vamos tentar trabalhar para não sentir a ausência".