Esportes

Bruno Schmidt passa por cirurgia no joelho e encerra temporada para ser esquecida

Da Redação ·

Bruno Schmidt passou por uma intervenção no joelho direito nesta quarta-feira para evitar um rompimento dos ligamentos no futuro. Após três anos convivendo com dores no local, o jogador de vôlei de praia optou pela cirurgia em Vikla Velha, no Espírito Santos, para "voltar inteiro" em 2022 já de olho na Olimpíada de 2024, em Paris.

continua após publicidade

Com o procedimento, o campeão olímpico em 2016 encerra uma temporada para ser esquecida. O jogador foi diagnosticado com covid-19 no começo do ano, acabou na UTI e, apesar da recuperação, não teve tempo para treinar adequadamente aos Jogos de Tóquio. Ao lado do agora ex-parceiro Evandro, o atleta capixaba não foi além das oitavas de final, surpreendido por dupla do Letão.

"Depois de longos 3 anos convivendo com muita dor no joelho direito, tendo agravado ainda mais pós covid-19, optei junto com minha equipe, fisioterapia e o médico Vladimir pela cirurgia. Agora sim, todos os ajustes concluídos com sucesso e foco total na minha recuperação para em breve voltar aos treinos e campeonatos, com um único objetivo: Paris 2024", postou Bruno, já no quarto após a cirurgia.

continua após publicidade

O jogador agradeceu o apoio recebido e garante que o procedimento terminou bem. "Obrigado aos patrocinadores, fãs, familiares e amigos pela preocupação e carinho. A cirurgia foi um sucesso", garantiu. Ele deve iniciar a cirurgia no próximo mês e anunciar com quem jogará na próxima temporada.

Bruno Schmidt foi medalha de ouro nos Jogos do Rio ao lado de Pedro Solberg. Em Tóquio, tentava o bicampeonato ao lado de Evandro e agora buscará um novo companheiro para os Jogos de Paris, já que a atual parceria foi desfeita no fim de agosto.