Esportes

Bruce Buck deixa presidência do Chelsea após 19 anos: 'Orgulhoso de ter ajudado'

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O russo Roman Abramovich era o grande investidor, mas quem presidiu o Chelsea em seus anos de glória foi Bruce Buck. O dirigente deixou a presidência nesta segunda-feira após 19 anos no comando do clube londrino e 18 conquistas. Sai para não atrapalhar na transição de proprietários, mas prometendo seguir à disposição para ajudar.

continua após publicidade

"Estou orgulhoso de ter ajudado o Chelsea a ter grande sucesso em campo e causar um impacto positivo na comunidade", afirmou Buck. "Agora é o momento certo para deixar o cargo e permitir que a nova propriedade se construa sobre as bases sólidas que temos. Os proprietários têm uma visão convincente para o futuro do Chelsea, e estou ansioso para ajudá-los a alcançá-la neste novo papel ao lado de nossa incrível equipe, jogadores, treinadores e torcedores."

Buck seguirá como conselheiro do clube e promete continuar atuante. Além dos 18 títulos conquistados com o time profissional masculino (mais que qualquer clube inglês no período), sob sua presidência foram outras 12 taças erguidas pelo time feminino.

continua após publicidade

O dirigente ainda se orgulha de ter criado a The Chelsea FC Foundation, que apoia diversas iniciativas, incluindo aumentar o acesso ao atletismo jovem, hospedar programas de educação e emprego e liderar campanhas antidiscriminação.

O Chelsea aumentou receitas comerciais, estabeleceu instalações de treinamento de classe mundial e desenvolveu uma das melhores academias de futebol para jovens no período comandado por Buck, no cargo desde 2003.

"Bruce levou o Chelsea Football Club aos mais altos níveis do futebol nacional e internacional, ao mesmo tempo em que desenvolveu um dos projetos de responsabilidade social mais ativos no esporte", disse Todd Boehly, co-controlador do clube. "Agradecemos a Bruce por seu serviço e seu compromisso com o Chelsea."