Esportes

Brittney Griner admite culpa por acusação de posse de drogas na Rússia

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Brittney Griner se declarou culpada das acusações de posse de drogas em um tribunal russo nesta quinta-feira. Ela está detida na Rússia desde fevereiro deste ano. De acordo com autoridades do país, a pivô do Phoenix Mercury, time da WNBA, liga feminina de basquete dos EUA, foi flagrada em posse de um cigarro eletrônico carregado com óleo de haxixe, um derivado da maconha, no Aeroporto Internacional de Moscovo-Sheremetievo.

continua após publicidade

"Eu gostaria de me declarar culpada, meritíssimo. Mas não houve intenção. Eu não queria infringir a lei", disse Griner em inglês, de acordo com uma das advogadas da atleta americana. Aleksandr Boikov, outro defensor da esportista, disse que os cartuchos do cigarro eletrônico apareceram na bagagem de Griner "por descuido".

Durante os últimos quatro meses, a jogadora aguardou pelo julgamento em detenção. A punição de Griner pode chegar a 10 anos de prisão. Em carta endereçada à Casa Branca nesta semana, Brittney Griner pediu que o governo norte-americano, através do presidente Joe Biden, a ajude a reconquistar a liberdade.

continua após publicidade

"Estou aterrorizada por poder ficar aqui para sempre. Sou consciente de que (Joe Biden) está atarefado com muitas coisas, mas, por favor, não se esqueça de mim e dos outros americanos presos. Por favor, faça tudo o que pode para me levar para casa. No dia 4 de julho, nossa família normalmente honra o serviço dos homens que lutaram pela nossa liberdade, incluindo meu pai, que é um veterano da Guerra do Vietnã. Me dói pensar como comemorar normalmente este dia, por que a liberdade significa algo completamente diferente para mim este ano", escreveu Griner em um trecho da carta.

O flagrante aconteceu no dia 17 de fevereiro, cerca de uma semana antes da invasão russa na Ucrânia. A prisão da atleta enfraquece ainda mais a relação entre os países. Além disso, Griner pode ser utilizada como "moeda de troca" para possibilitar a libertação de presos russos nos Estados Unidos. O uso recreativo de cannabis é permitido no Arizona, estado americano em que a jogadora atua.

QUEM É BRITTNEY GRINER?

continua após publicidade

A atleta de 31 anos foi campeã da WNBA em 2014 pelo Phoenix Mercury e bicampeã olímpica pelos Estados Unidos (nos Jogos do Rio-2016 e Tóquio). Brittney Griner é a mulher com mais enterradas na história da liga feminina, com 17 na temporada regular, cinco no All-Star Game e uma vez nos playoffs.

Mesmo sendo considerada uma das maiores jogadoras da história, a atleta estava no país para participar da temporada russa de basquete, pelo UMMC Ekaterinburg. É comum que jogadoras americanas participem de outras ligas durante a intertemporada da WNBA. Isso acontece, principalmente, pelos baixos salários. Enquanto estrelas do basquete masculino, como Stephen Curry, LeBron James e Kevin Durant, ganham cerca de US$ 40 milhões (cerca de R$ 209 milhões) por ano, o teto da liga feminina fica em torno de US$ 228 mil (R$ 1,1 milhão) por temporada.