Esportes

Brasil supera Argentina na Billie Jean King Cup após batalha de mais de 8 horas

Da Redação ·

Brasil e Argentina protagonizaram um belo clássico no Equador nesta quinta-feira, pela segunda rodada de grupos da Billie Jean King Cup - a Copa do Mundo do Tênis Feminino. Depois de mais de oito horas de disputas em Salinas (8h11), triunfo verde amarelo por 2 a 1. A seleção fecha a fase diante da Colômbia, nesta sexta-feira.

continua após publicidade

Laura Pigossi abriu o dia de disputas contra a promessa do tênis sul-americano Solana Sierra. Foram 3 horas e 7 minutos de bela disputa, que terminaram com triunfo argentino. Solana ganhou por 2 a 1 sendo melhor no tie-break. Fez 7/6 (7/1), 4/6 e 7/6 (14/12).

Depois de arrasar a Guatemala com fáceis 3 a 0, o Brasil precisava da virada para seguir bem na disputa e foi justamente o que ocorreu. Graças a triunfos de Beatriz Haddad Maia, a Bia Maia, no simples e na dupla com Carol Meligeni.

continua após publicidade

Novamente o Brasil levou um susto quando Maria Lourdes Carle fez 6/6 (12/10) no primeiro set. Mas Bia virou com 6/3 e 7/6 (7/5) em outra batalha interminável de 3 horas e 13 minutos. A argentina chegou a abrir 5/1 no set decisivo

"Resiliência é uma palavra que representa bem o dia. Em muitos momentos do jogo, eu sabia que não estava jogando como eu gostaria, mas sabia que podia buscar, ter forças e ser resiliente. Então, estou muito feliz com a vitória e com tudo o que aconteceu", comemorou Bia.

Nas duplas com Carol Meligeni, mais uma partida de três sets. O Brasil fez 6/3, 3/6 e 6/1 em 1h51 contra Jazmin Ortenzi e Julia Riera.

"A raça é uma marca registrada, que vem de família, e sempre levo para todo jogo, principalmente na Billie Jean King Cup. Aqui, você não joga só por você, mas por um país inteiro. A grande diferença não é só o tênis, mas a emoção, a garra, o amor pela camisa. Fico feliz por poder demonstrar isso hoje", afirmou Carol Meligeni.