Esportes

Brasil domina Holanda e vence mais uma na Liga das Nações de Vôlei Feminino

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Empurrada por uma empolgada torcida no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, a seleção feminina de vôlei teve uma atuação dominante diante da Holanda e conquistou a quinta vitória em seis jogos disputados na Liga das Nações. Após parciais de 25/16 e 25/15 nos dois primeiros sets, as brasileiras sofreram um pouco no set final, mas fizeram 25/23 e fecharam o triunfo com 3 a 0 no placar.

continua após publicidade

As maiores pontuadoras do Brasil foram a oposta Kisy e as ponteiras Gabi e Pri Daroit, cada uma com 13 pontos. "Foi uma vitória muito importante. A gente sabia da dificuldade de jogar contra a Holanda. O time soube se comportar bem, soube administrar bem o jogo", afirmou Daroit, celebrando a boa atuação em entrevista ao canal SporTV. "Fiquei muito satisfeita. A gente treina todo dia, a gente sabe o que pode fazer. Infelizmente, tem dias que a gente não consegue ajudar tanto, mas hoje fiquei satisfeita, consegui ajudar", completou.

Foi Pri, inclusive, quem abriu o placar no Nilson Nelson, iniciando a construção de uma larga vantagem que dificultou a vida das holandesas. O Brasil abriu 10 a 2 e viu as adversárias esboçarem alguns momentos de reação, mas jogou o primeiro set inteiro com uma boa diferença no marcador até fechar a parcial em 25 a 16.

continua após publicidade

O set seguinte também foi de domínio brasileiro. Além dos nomes inspirados para pontuar, a seleção contou com a segurança de Nyeme para salvar bolas venenosas. Houve um momento mais tenso no qual as holandesas começaram a diminuir a diferença no placar. O Brasil, contudo, não permitiu que isso continuasse e retomou o domínio até Pri Daroit pontuar e fechar o set com vitória por 25 a 15.

A história da última parcial teve uma dose um pouco maior de drama. As holandesas não demonstraram grande evolução, mas aproveitaram erros brasileiros e abriram 21 a 19 na reta final, alimentando a esperança de forçar um novo set. A reação veio após o técnico José Roberto Guimarães parar o jogo para conversar com as atletas. Ele colocou Rosamaria, ainda com dores por causa de uma lesão no tornozelo, apenas para sacar. No fim das contas, Kisy marcou o ponto da vitória.

Com o resultado, o Brasil continua brigando pelas primeiras posições na Liga das Nações. Até agora, a única derrota da equipe foi por 3 a 0, para os Estados Unidos, duas semanas atrás, em Bossier City. O próximo duelo será com a Itália, novamente em Brasília, no sábado.