Esportes

Brasil bate Colômbia e está na 2ª fase das Eliminatórias do Mundial de Basquete

Da Redação ·

A seleção brasileira masculina deu, nesta segunda-feira, mais um passo rumo ao Mundial de Basquete do próximo ano. Em Franca, a equipe de Gustavo de Conti venceu a 4ª partida consecutiva sob o comando do técnico, despachando a Colômbia por 119 a 73.

continua após publicidade

Yago, Vitor Benite, Léo Meindl, Lucas Dias e Lucas Mariano foram os titulares, mas o jogo só esquentou para o Brasil quando os suplentes foram à quadra. A Colômbia foi para o compromisso tendo perdido todos os anteriores, mas foi ao jogo mostrando que estava afim de reverter isso. Infelizmente, para os colombianos, o primeiro triunfo não veio. O Brasil demorou um pouco, mas mostrou sua força dentro de casa.

A defesa brasileira deixou bastante a desejar no começo o que pôde ser visto no placar parcial de 25 a 21. Os colombianos mostraram mais gana, pressionando a saída de bola brasileira e usufruindo de um bom aproveitamento nos rebotes ofensivos. Mas, as bolas de três pontos foram responsáveis por manter o Brasil no jogo e, no fim, quando Gustavinho optou por girar o elenco, a seleção conseguiu se impor.

continua após publicidade

O segundo quarto foi o momento em que o Brasil comprovou sua superioridade. Os suplentes se mostraram mais efetivos, com Gui Deodato e Bruno Caboclo sendo os protagonistas. A confiança cresceu e a vantagem brasileira subiu para nove pontos quando o técnico da Colômbia pediu tempo. Gustavinho recolocou os titulares em quadra, que aproveitaram o bom momento, entraram no clima e ampliaram ainda mais a diferença graças às bolas de longa distância. O domínio total se mostrou no marcador de 57 a 36.

Na volta dos vestiários, como diria a gíria, foi tempo de "girar a faca". O Brasil não deu respiro para a Colômbia, conseguindo assumir a superioridade nos rebotes. Os visitantes não conseguiram esboçar reação, nem no terceiro, nem no último quarto. Os 20 pontos de vantagem da equipe de Gustavinho viraram 30, e então 40. E mesmo ganhando com uma larga diferença, a seleção não tirou o pé. Bruno Caboclo provou isso quando fechou a partida com uma enterrada agressiva, com poucos segundos restando no relógio.

O Brasil, no geral, mostrou um belo jogo coletivo. Sete jogadores passaram dos dois dígitos de pontuação. O cestinha foi Benite, que foi quem mais tempo ficou em quadra e finalizou o duelo com 21 pontos, seis assistências e quatro rebotes, além de um belo toco. Caboclo foi responsável por 20 pontos e seis rebotes, enquanto Lucas Mariano anotou 15 pontos e sete rebotes. Deodato e Meindl fizeram 12 pontos cada, enquanto Rafael Hettsheimeir fez 11 e Lucas Dias terminou o confronto com 10.

PRÓXIMA FASE - O Brasil lidera o Grupo B, com 100% de aproveitamento. Na próxima fase, prevista para ocorrer em 3 de junho a 3 de julho, a seleção voltará a enfrentar Uruguai e Colômbia, mas desta vez será como visitante. A seguir, caso avancem, os brasileiros encaram os três melhores classificados do Grupo D, que tem Estados Unidos, México, Cuba e Porto Rico.