Esportes

Bragantino busca vitória nos acréscimos e vai para fase de grupos da Libertadores

Da Redação ·

Grande surpresa do Brasileirão, o Red Bull Bragantino vai disputar a fase de grupos da Copa Libertadores em 2022. Na base da insistência, o time que passou todas as rodadas entre o seis melhores colocados fechou a campanha em sexto graças a um gol de Artur aos 47 minutos do segundo tempo. O 1 a 0 contra o Internacional foi bastante festejado pela classificação inédita da equipe e por não forçar a disputa da fase précia da competição continental.

continua após publicidade

Depois de passar 37 rodadas entre os seis melhores da competição, o Bragantino estava sendo ultrapassado pelo Fluminense com o empate que parecia se arrastar até o fim em Bragança Paulista. O gol salvador veio com chute de pé direito do meia canhoto, premiando quem não deixou de lutar até o apito final.

Os jogadores se abraçaram no fim e foram efusivamente aplaudidos. O Inter fechou o ano de maneira caótica, sofrendo mais uma derrota e somando só um dos últimos 18 pontos disputados, despencando na tabela.

continua após publicidade

Na mira da seleção uruguaia, o técnico Diego Aguirre evitou falar sobre o assunto antes de jogo e prometia muita luta em busca de uma vitória para tentar o milagre da classificação à Libertadores. Precisava somar os três pontos e torcer contra Santos, América-MG, Ceará e Atlético-GO. A "secadeira" deu certo os primeiros 45 minutos em todos os outros confrontos. Mas sua equipe não fez o que precisava: gol.

Do outro lado estava o vice-campeão da Copa Sul-Americana, também precisando ganhar para buscar vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Os paulistas tinham de ganhar e torcer por derrota do Fortaleza. E foram para cima nos minutos iniciais, desperdiçando oportunidades com Artur, travado, Ytalo, parando em milagre de Lomba, e Ramires acertando o travessão. O goleiro gaúcho ainda faria outra boa defesa antes do intervalo.

A obrigação de ambos somarem o triunfo, ao invés de promover uma bela partida, foi transformando o embate em muita transpiração e pouca inspiração. Foram raras as chances de gol do Inter antes do intervalo. O fim da etapa ficou marcado pelo nervosismo, com bate boca e lances com força excessiva.

continua após publicidade

O 0 a 0 era ruim para ambos e ficou pior para o Bragantino com a notícia do gol do Fluminense no Maracanã. A combinação momentânea jogava o time do interior para sétimo, com obrigação de jogar a Pré-Libertadores.

Na base do desespero, Barbieri encheu o time de atacantes. Depois de passar a competição inteira entre os seis melhores, não queria perder vaga na fase de grupos. Com quatro homens na frente, partiu com tudo atrás do gol salvador.

Alugando o campo ofensivo, o time não conseguia furar o ferrolho gaúcho. Mas a insistência foi premiada no fim com Bruninho roubando a bola e a jogada terminando no pé direito de Artur, que mandou no ângulo e garantiu a enorme festa.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 1 x 0 INTERNACIONAL

continua após publicidade

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan(Bruninho), Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Luan Cândido; Jadsom Silva, Ramires (Hurtado) e Praxedes (Helinho); Cuello (Bruno Tubarão), Artur e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Mercado (Heitor), Bruno Méndez e Cuesta; Saravia (Maurício), Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Patrick (Boschilia) e Moisés (Paulo Vitor); Palacios e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

GOL - Artur, aos 47 minutos do segundo tempo.

continua após publicidade

CARTÕES AMARELOS - Moisés, Yuri Alberto, Saravia, Cuesta e Palacios (Internacional) e Jadsom Silva, Leo Ortiz e Artur (Bragantino).

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

RENDA - Não divulgada

PÚBLICO - Não divulgado.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.