Esportes

Botafogo vence Ceilândia em jogo acompanhado discretamente por Bolsonaro

Da Redação ·

O Botafogo iniciou a caminhada na Copa do Brasil com uma vitória por 3 a 0 sobre o Ceilândia nesta quarta-feira, em Brasília, na véspera do aniversário de 62 anos da capital. Sob olhares do presidente Jair Bolsonaro, presente no Mané Garrincha, e de mais de 28 mil torcedores, o time comandado por Luís Castro contou com dois gols de Kanu e um de Lucas Piazon, o primeiro dele com a camisa botafoguense, para conquistar boa vantagem no jogo de ida da terceira fase do torneio nacional.

continua após publicidade

O jogo de volta será disputado no dia 12 de maio, no Nilton Santos. O Ceilândia precisará vencer por quatro gols de diferença para avançar direto às oitavas de final. Caso consiga uma vantagem de três gols, leva a decisão aos pênaltis. Antes de voltar a pensar na equipe candanga, o time carioca foca na disputa do Brasileirão, competição pela qual enfrenta o Atlético-GO neste domingo, no Engenhão.

A vitória tranquila desta quarta foi acompanhada de maneira discreta pelo presidente Bolsonaro. A estrutura do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) foi mobilizada, mas, tanto antes quanto durante o jogo, não houve aviso da presença do presidente da República por parte da Secretaria Especial de Comunicação do Governo (Secom). No domingo passado, Bolsonaro foi ao duelo entre Santos e Coritiba na Vila Belmiro e recebeu vaias, mas também gritos de apoio.

continua após publicidade

Em campo, Luís Castro escalou o Botafogo com mudanças no meio e no ataque. Luís Oyama, impedido de jogar por já ter participado da Copa do Brasil com o Mirassol, deu lugar a Barreto. Já as outras alterações foram escolhas do treinador. Erison, autor de dois gols contra o Ceará, começou no banco, assim como Victor Sá e Chay.

Castro mudou um pouco a estrutura ao preencher uma das vagas com o volante Romildo. As outras duas ficaram com os atacantes Gustavo Sauer, estreante da noite, e Matheus Nascimento. Em menos de dez minutos de jogo, uma nova estreia foi forçada, pois Barreto sentiu dores e foi substituído por Tchê Tchê, anunciado como reforço há pouco mais de uma semana.

Foi com essa formação que o Botafogo dominou o primeiro tempo, sem correr grandes riscos após abrir o placar aos 18 minutos, com um gol de cabeça de Kanu. Outras boas chances foram criadas antes do intervalo, mas faltou pontaria. O Ceilândia, por sua vez, levou perigo apenas com um cabeceio de Roberto Pítio.

continua após publicidade

O time carioca voltou para o segundo tempo com Lucas Piazon e Victor Sá nos lugares de Patrick de Paula e Diego Gonçalves. Quem ampliou o placar, contudo, estava em campo desde o início e já havia balançado a rede: Kanu. Dessa vez, aos oito minutos, ele usou o joelho para tocar para o gol vazio após cruzamento de Sauer na segunda trave, aos oito minutos.

No lance seguinte, aos nove, Lucas Piazon marcou o primeiro gol com a camisa do Botafogo, em seu terceiro jogo pelo clube, e colocou a vantagem de 3 a 0 no placar. A assistência foi de Victor Sá, que entrou bem e deu trabalho para a defesa candanga, assim como Erison, colocado no lugar de Matheus Nascimento aos 14 minutos. Tanto Sá quanto Erison, além de Daniel Borges, acertaram bolas na trave e, por pouco, não transformaram o placar elástico em uma sonora goleada.

VINA DECIDE E CEARÁ VENCE - Em Tombos, o Ceará venceu a Tombense por 2 a 0 e também conquistou uma boa vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Graças a dois gols marcados por Vina, o time cearense se garante nas oitavas mesmo se perder por um gol de diferença no jogo de volta, marcado para o dia 11 de maio, no Castelão.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

CEIL NDIA 0 X 3 BOTAFOGO

continua após publicidade

CEIL NDIA - Matheus Kayser; Pedro Medeiros, Gabriel Vidal, Liel (Fernando Gomes) e China (Hiwry); Werick, Geovane e Matheus Guarujá; Filipinho (Peninha), Roberto Pítio (Héricles) e Thiago (Gleissinho). Técnico: Adelson de Almeida. Técnico: Adelson de Almeida.

BOTAFOGO - Diego Loureiro; Saravia, Philipe Sampaio, Kanu e Daniel Borges; Barreto (Tchê Tchê), Romildo (Lucas Fernandes) e Patrick de Paula (Lucas Piazon); Gustavo Sauer, Matheus Nascimento (Erison) e Diego Gonçalves (Victor Sá). Técnico: Luís Castro.

GOLS - Kanu, aos 18 do primeiro tempo e aos oito minutos do segundo tempo; Lucas Piazon, aos nove minutos do segundo tempo.

continua após publicidade

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC)

CARTÕES AMARELOS - Fabinho

RENDA - R$ 1.349.235

PÚBLICO - 28.110 torcedores

LOCAL - Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)