Esportes

Benzema enfrenta julgamento na França por caso de chantagem contra Valbuena

Da Redação ·

Começou nesta quarta-feira o julgamento que envolve os jogadores Karim Benzema e Mathieu Valbuena. O atacante do Real Madrid é acusado de chantagear o ex-colega da seleção francesa por conta de um vídeo erótico. Benzema não compareceu ao Tribunal de Versalhes, em Paris. O advogado Antoine Vey alegou "motivos profissionais", já que ele disputou um jogo da Liga dos Campeões da Europa na Ucrânia, na terça, e precisaria se preparar para o clássico contra o Barcelona no próximo domingo.

continua após publicidade

O caso aconteceu há cerca de seis anos, em outubro de 2015, durante uma conversa entre os jogadores na concentração da seleção francesa. Nesta quarta-feira, porém, o assunto volta à tona porque a Justiça da França vai analisar os documentos e o atacante do Real Madrid pode ser condenado a cinco anos de prisão, além de multa de 75 mil euros (R$ 486,5 mil na cotação atual). A defesa do atleta afirmou estar tranquila.

"Não há nenhum elemento material que envolva diretamente o Sr. Benzema, exceto por um sentimento extremamente tardio e não espontâneo por parte da acusação (Mathieu Valbuena). O encaminhamento do Sr. Benzema aos tribunais é bastante incompreensível. É óbvio que ele deve ser liberado", afirmou Antoine Vey, advogado do atacante do Real Madrid.

continua após publicidade

Nesta quarta-feira, Valbuena disse que "se sentiu em perigo" quando soube da existência do vídeo íntimo. "Eu estava com medo pela minha carreira esportiva, pela seleção da França. Eu sabia que se o vídeo fosse sair, ia ser complicado para mim na seleção, como vimos mais tarde", contou o meia do Olympiakos.

Benzema está no centro das atenções nas últimas semanas por ser um dos candidatos à Bola de Ouro, prêmio dado pela revista France Football ao melhor jogador da temporada. O jogador vive de fato um momento muito bom na carreira e é o grande nome do atual elenco do Real Madrid. Na temporada passada foram 30 gols e nove assistências em 46 jogos disputados, o que faz o francês ser um dos favoritos ao prêmio de melhor do mundo.