Esportes

Bahia vence o Guarani em Campinas e segura a terceira posição na Série B

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Bahia segurou a terceira posição na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B, ao vencer o Guarani, por 2 a 0, no início da noite de sábado no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 18ª rodada. Os gols foram marcados por Ignácio e Raí, um em cada tempo, e deixaram o time paulista ainda na zona de rebaixamento.

continua após publicidade

Invicto há quatro jogos, o tricolor baiano soma 33 pontos, um na frente do Grêmio (32) em quarto lugar, e um atrás do Vasco, vice-líder com 34 pontos. O Cruzeiro lidera com folga, com 38 pontos. O novo tropeço deixou o Guarani com 17 pontos, na penúltima posição, ficando na frente somente do Vila Nova-GO, com 13 pontos.

Para vencer o Bahia usou uma estratégia conservadora. Marcou seu gol nos primeiros minutos e depois tratou de se defender, mesmo tendo poucas chances para usar os contra-ataques. Em um destes raros lances, ampliou o placar na parte final do jogo. Ao Guarani faltou mais técnica e qualidade para tentar pontuar e fugir do Z-4.

continua após publicidade

O jogo parecia equilibrado, mas quem saiu na frente foi o Bahia, logo aos 11 minutos. Daniel cobrou escanteio e o zagueiro Ignácio apareceu no primeiro pau, fez o giro no alto e desviou de cabeça. O empate quase saiu aos 14 minutos, quando o Guarani avançou pelo lado direito e a bola sobrou na frente da área para o chute forte de Eduardo Person. A bola tocou no pé da trave direita do goleiro baiano.

O Bahia se manteve firme na marcação, pouco permitindo ao Guarani que só voltou a ameaçar aos 44 minutos, quando Bruno José cobrou escanteio e o meia Lucas Mugni, do Bahia, quase fez contra ao desviar na a bola na canela. O goleiro Danilo Fernandes deu um tapa na bola por cima do travessão.

O Guarani tentou pressionar no começo do segundo tempo e até marcou um belo gol com Nicolas Careca, aos seis minutos. Após falta levantada na área, o zagueiro Derlan ajeitou de cabeça para trás e Nicolas pegou primeira. Ele festejou muito seu primeiro gol pelo time, mas o lance foi anulado pelo VAR que indicou impedimento de Derlan.

continua após publicidade

O Guarani pouco criou e teve uma outra chance com o volante Rodrigo Andrade, lançado nas costas da defesa e que, desequilibrado, chutou em cima de Danilo Fernandes aos 29 minutos. O Bahia, que tinha feito a opção de apenas se defender, ampliou o placar no contra-ataque. O zagueiro Derlan perdeu a bola na saída e o Bahia avançou pelo lado esquerdo. Dentro da área, Lucas Mugni cruzou rasteiro, o goleiro Maurício Kozlinski não cortou e Raí, na pequena área, só completou de chapa aos 32 minutos.

Na quarta-feira, o Guarani encerra o primeiro turno diante da Chapecoense, na Arena Condá, enquanto o Bahia fecha o turno em casa diante do CRB na terça-feira.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

GUARANI 0 X 2 BAHIA

GUARANI - Maurício Kozlinski; Mateus Ludke, João Victor, Derlan e Matheus Pereira; Leandro Vilela, Silas (Rodrigo Andrade) e Eduardo Person (Marcinho); Bruno José (Lucas Venuto), Lucão do Break e Maxell (Nicolas Careca). Técnico: Mozart Santos.

continua após publicidade

BAHIA - Danilo Fernandes; André (Douglas Borel), Ignácio, Didi e Gabriel Xavier; Luiz Henrique (Djalma Silva), Patrick de Lucca, Daniel (Miqueias) e Lucas Mugni; Raí (Marco Antônio), Matheus Davó (Rodallega). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Ignácio aos 11 minutos do primeiro tempo e Raí aos 32 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Djalma Dias e Lucas Mugni.

RENDA - R$ 72.810,00.

PÚBLICO - 3.457 pagantes (3.906 total).

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).