Esportes

Bahia derrota Fluminense e segue vivo na luta contra o Z4

Com dois gols do atacante Gilberto, o Bahia venceu os cariocas por 2 a 0

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Bahia derrota Fluminense e segue vivo na luta contra o Z4
fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Com dois gols do atacante Gilberto, o Bahia venceu o Fluminense por 2 a 0, neste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desta vez os baianos não vacilaram, dominaram o jogo e buscaram a vitória diante de um adversário desinteressado. Mesmo se reabilitando de derrotas para Atlético Goianiense e Atlético-MG, soma 43 pontos e segue ameaçado pelo rebaixamento ao lado de Juventude e Cuiabá, ambos com a mesma pontuação. O apático Fluminense continua com 51, mas ainda de olho em uma vaga na Copa Libertadores de 2002.

continua após publicidade

Na última rodada, o Bahia vai enfrentar o Fortaleza, na Arena Castelão, enquanto o Fluminense vai receber a lanterna e já rebaixada Chapecoense. Ambos precisam vencer e torcer contra alguns concorrentes para atingirem seus objetivos.

O jogo começou em ritmo alucinante. O Fluminense teve a chance de abrir o placar logo no primeiro minuto. Após a cobrança da falta em direção à pequena área, a defesa parou pedindo impedimento e Caio Paulista ajeitou para Fred, que chutou desequilibrado para fora. Dois minutos depois, Gilberto bateu de voleio e mandou para fora, mas levantando a torcida nas arquibancadas.

continua após publicidade

Depois disso, o Bahia dominou as ações em campo, mostrando muita disposição diante de um Fluminense apático, sem reação. Aos nove minutos, o Bahia reclamou de um pênalti quando a bola ajeitada por Gilberto bateu no braço de Caio Paulista. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira mandou o lance seguir e o VAR não se manifestou.

Mas foi num pênalti que o Bahia abriu o placar. Aos 35 minutos, Luccas Claro colocou a mão na bola dentro da área. Gilberto cobrou no canto direito de Marcos Felipe e fez 1 a 0. Apoiado pela torcida, os baianos não tiraram o pé e aos 46 saiu o segundo gol. Luccas Claro, no meio de campo, tentou dominar de peito, mas a sobra ficou com Edson que rapidamente lançou Gilberto em velocidade contra os defensores. Ao perceber o goleiro adiantado, Gilberto tocou por cobertura e fez um belo gol que valeu comemoração com cambalhota. Agora ele tem 15 gols, na vice-artilharia do Brasileirão, só atrás de Hulk, do Atlético-MG, com 19.

No retorno para o segundo tempo, o Fluminense voltou modificado. Martinelli e Cazares entraram, respectivamente, nos lugares de André e Caio Paulista. Aos sete minutos quase que Danilo Fernandes levou um frango ao não encaixar chute fraco de Fred. A bola escapou de suas mãos, tocou na trave e acabou aliviada pela defesa.

continua após publicidade

Mas o Bahia continuava ligado e ameaçou num chute forte de Juninho Capixaba que foi rebatido por Marcos Felipe aos 17 minutos. Três minutos depois, Manoel, zagueiro carioca, e Rossi, atacante baiano, se enfrentaram no empurra-empurra e ambos foram expulsos.

Sem poder de criação e sem força ofensiva, o Fluminense acabou se tornando presa fácil para o Bahia, que apenas passou a administrar a vantagem no placar. Só nos acréscimos, aos 47 minutos, é que Renan Guedes, sozinho na área, chutou para fora numa chance clara para marcar o terceiro gol do Bahia.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

BAHIA 2 x 0 FLUMINENSE

BAHIA - Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti,Luiz Otávio e Matheus Bahia (Renan Guedes); Patrick de Luca e Edson (Raniele); Rossi, Rodriguinho (Juninho Capixaba) e Raí Nascimento (Ronaldo); Gilberto (Rodalega). Técnico: Guto Ferreira.

continua após publicidade

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Wellington (Lucca), Yago Felipe e André (Martinelli); Luiz Henrique (Matheus Ferraz), Fred (Bobadilla) e Caio Paulista (Cazares). Técnico: Marcão.

GOLS - Gilberto, aos 38 e aos 46 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gilberto (Bahia); Luccas Claro, Yago Felipe, Wellington, Bobadilla e Fred (Fluminense).

continua após publicidade

CARTÕES VERMELHOS - Rossi (Bahia); Manoel (Fluminense).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP).

RENDA - R$ 418.346,00.

PÚBLICO - 26.701 torcedores.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Tags relacionadas: #bahia #fluminense