Esportes

Auro cita DNA ofensivo como predominante para acerto com Santos: 'Me identifico'

Da Redação ·

O Santos apresentou oficialmente na tarde desta quinta-feira o lateral-direito Auro. Revelado pelo São Paulo, o jogador atuou os últimos quatro anos no Toronto até aceitar voltar ao Brasil para defender as cores do clube praiano por empréstimo até dezembro. Ele vestiu a camisa de número 27, recebida das mãos de Edu Dracena, e citou o DNA ofensivo do clube como predominante para o acerto.

continua após publicidade

"Muito fácil falar de Santos. Não pensei duas vezes. Venho mostrar meu trabalho e meu potencial. Tenho muito para mostrar ainda. Santos é o Santos, sempre acompanhei na base e no profissional. Sempre escutei falar bem do Santos. É um time bem ofensivo, sempre quis jogar aqui. Sou ofensivo, é minha característica, mas minha ida para Toronto me fez aprender mais tática e defesa. Minha característica é atacar com intensidade, mas ficarei um pouco mais quando o treinador pedir também. É um clube que me identifico. Quando soube do interesse, não pensei duas vezes", disse o atleta.

Auro tem vínculo com o Toronto até o fim de 2022, mas o clube canadense tem a opção de renovação caso deseje permanecer com o atleta no próximo ano. O lateral, no entanto, deixou claro que está muito cedo para falar do futuro.

continua após publicidade

"Eu tive uma renovação com o Toronto em dezembro. Aceitei até dezembro de 2022. O Santos conversou comigo e vim por empréstimo. O Toronto tem opção de renovação, mas isso vai depender do meu dia a dia, do meu futebol, da minha qualidade. Não adianta pensar em novo contrato em dezembro se nem mostrei meu futebol. Isso deixo para o futuro. Se for para ficar eu fico, se for para voltar para o Toronto eu volto ou se for para ir para outro lugar eu vou e vida que segue", explicou.

Após ser apresentado, Auro se colocou à disposição do técnico Fábian Bustos apesar de ainda não estar 100% fisicamente. "Conversamos sobre a necessidade de uma mini pré-temporada. O prazo era três semanas, nessa semana antecipamos um pouco. Estou bem fisicamente. Tecnicamente não sei, são quase três meses sem partida oficial, mas fisicamente estou bem melhor. Só foi um desconforto no púbis. A demora para estrear foi por ficar três meses praticamente parado. E o joelho foi em 2017, já são muitos anos e nenhum problema. Só um desconforto no púbis mesmo. Fiz essa mini pré-temporada para fortalecer. Não é algo que me atrapalha. Estou disponível para sábado", falou.

Auro ainda falou que poderá ser utilizado em mais uma função. "No Toronto eu joguei como lateral-esquerdo, primeiro volante e segundo volante. Se o treinador optar por alguma dessas funções, darei meu máximo, mas minha posição é lateral-direito e onde quero jogar. Fiquei quatro anos no Toronto. Cresci como pessoa e jogador. Hoje eu vejo que evoluí na parte tática e parte defensiva. Sei o exato momento de atacar e defender. Tenho essa noção hoje. Minha ida para Toronto agregou muito. Trabalhei com treinadores que me ajudaram bastante nessa evolução", finalizou.

Auro poderá estrear com a camisa do Santos neste sábado, às 18h30, diante da Ferroviária, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. O time santista é o terceiro colocado do Grupo D, com dez pontos, atrás de Red Bull Bragantino, com 16, e Santo André, com dez.