Esportes

Atlético-MG oficializa a contratação de Alan Kardec até 2024: 'Felicidade enorme'

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Desde a saída de Diego Costa, no começo do ano, que o Atlético-MG busca um centroavante para ter um reserva do astro Hulk. Nesta sexta-feira, o campeão brasileiro oficializou a contratação de Alan Kardec, de 33 anos, que assinou contrato até o fim de 2024 e chegou prometendo muito empenho em seu retorno ao País após seis temporadas no futebol chinês.

continua após publicidade

Com passagens por Palmeiras, São Paulo, Santos, Vasco e Inter, Alan Kardec desembarcou em Belo Horizonte para sua primeira aventura mineira e foi direto para o clube. Deu abraço apertado no amigo Rodrigo Caetano, diretor executivo do Atlético-MG e responsável por sua contratação - trabalharam juntos no Vasco - e conheceu as instalações da Cidade do Galo, antes de assinar o contrato e ser oficializado.

"Alan Kardec é do Galo. O atacante assinou contrato com o Atlético até dezembro de 2024. Que seja uma trajetória de muitas conquistas, matador!", anunciou o clube. O jogador não escondeu o orgulho pelo desfecho. "É como se fosse uma convocação. Rodrigo perguntou qual era minha intenção, se eu tinha vontade de fazer parte do projeto e graças a Deus tudo caminhou da maneira como esperávamos. Estou com muita vontade de trabalhar, de ajudar os companheiros", afirmou o jogador.

continua após publicidade

"Uma sensação única de estar retornando ao Brasil, com oportunidade de vir para o campeão brasileiro. Quando ele me ligou a chama já ficou acesa e o desejo de defender o Galo se tornou real. Hoje já pude vestir a camisa", seguiu o reforço. "Muito gratificante poder falar que faço parte do Galo, um clube com estrutura fantástica, jogadores incríveis, defendendo o título brasileiro e brigando por outras conquistas. É uma felicidade enorme que não tem como expressar."

A mulher de Alan Kardec espera o terceiro filho do casal e retornar ao Brasil era uma obsessão. Ele revelou que seu pai ficou empolgado com o acordo e não escondeu a vontade de jogar logo. "Coração radiante de alegria, doido para começar a trabalhar, jogar e, claro, o mais importante, obter bons resultados", afirmou, sem se preocupar com a concorrência por uma vaga.

"Quem ganha com mais opções no elenco é o clube. Sabemos que o calendário no Brasil é apertado e quanto mais peças de opções o treinador tiver para mudar dentro de uma partida ou iniciar um jogo é uma ajuda bem-vinda."