Esportes

Atlético marca no fim e empata com América no 1º clássico mineiro da Libertadores

Da Redação ·

O primeiro clássico mineiro da história da Libertadores quase derrubou a extensa invencibilidade do Atlético no Mineirão, mas um gol polêmico marcado por Ademir, aparentemente em condição irregular, impediu que o América encerrasse a fase avassaladora do rival. O duelo válido pela segunda rodada do Grupo D terminou empatado por 1 a 1, resultado que aumenta para 35 partidas a sequência sem derrota dos atleticanos no estádio.

continua após publicidade

O jogo também foi o 20º clássico seguido no qual o Atlético saiu de campo sem derrota para os americanos, com 14 vitórias e seis empates. O América pode se gabar, ao menos, de ter impedido a equipe alvinegra de alcançar o 21º triunfo consecutivo no Mineirão. Na tabela do Grupo D, a equipe comandada por Antonio Mohamed está melhor, em primeiro lugar, com quatro pontos, enquanto o time de Vagner Mancini ocupa a terceira colocação, com um ponto.

Em campo, o primeiro tempo se desenhou conforme o esperado. Enquanto o Atlético buscava ficar com a bola e pressionar no campo adversário, o América se defendia, no aguardo por oportunidades de encaixar um contra-ataque. Depois de algumas boas respostas em transições rápidas nos minutos iniciais, os americanos não tiveram muita produção ofensiva até o apito do árbitro anunciar o intervalo.

continua após publicidade

De qualquer forma, o time comandado por Vagner Mancini cumpriu bem o que se propôs fazer defensivamente e criou dificuldades para o poderoso ataque atleticano. Com o jogo muito concentrado na parte central do gramado, o Atlético se viu um pouco preso, mas conseguiu encontrar espaços em alguns momentos e criou oportunidades de perigo, contando com uma participação intensa de Zaracho.

A história da partida tomou outro rumo logo no início do segundo tempo, aos cinco minutos, quando o América encaixou o contra-ataque tão ansiado. No lance, Felipe Azevedo foi mais rápido que Godín para ficar com uma bola espirrada no meio de campo, correu até chegar perto da área e tirou Jair da jogada antes de bater forte e acertar o ângulo do goleiro Everson. Driblado no lance do gol, Jair teve boa chance de empatar, dez minutos depois, no momento em que subiu sozinho dentro da pequena área e cabeceou por cima da trave.

Outras tentativas foram realizadas ao longo do segundo tempo até que, Ademir, contratado pelo Atlético nesta temporada após quatro anos vestindo a camisa do próprio América, marcou o gol de empate, aos 36 minutos, em um lance polêmico. O atacante estava adiantado quando recebeu passe de Mariano, mas o árbitro não marcou impedimento e não há VAR na fase de grupos da Libertadores.

continua após publicidade

O Atlético-MG volta a campo no domingo, às 18 horas, quando visita o Athletico-PR na Arena da Baixada. Já o América joga um dia antes, no Independência, onde recebe o Juventude a partir das 19 horas.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 X 1 AMÉRICA-MG

continua após publicidade

ATLÉTICO-MG - Everson; Mariano, Godín, Nathan Silva (Junior Alonso), Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Eduardo Sasha), Nacho Fernández e Zaracho (Savarino); Vargas (Ademir) e Hulk. Técnico: Antonio Mohamed.

AMÉRICA-MG - Jailson; Patric, Iago Maidana, Éder e Marlon (João Paulo); Zé Ricardo (Conti), Juninho e Alê; Everaldo (Juninho Valoura); Paulinho Bóia (Carlos Alberto) e Felipe Azevedo (Pedrinho). Técnico: Vagner Mancini.

continua após publicidade

GOLS - Felipe Azevedo, aos cinco, e Admir, aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nathan Silva e Marlon

ÁRBITRO - Patricio Loustau (ARG)

RENDA - R$ 2.150.471,27

PÚBLICO - 37.312