Esportes

Athletico-PR tem série invicta derrubada pelo Goiás e perde chance de ficar em 1º

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Athletico-PR voltou a perder após 14 jogos de invencibilidade na temporada e desperdiçou a chance de sentir o gosto da liderança do Campeonato Brasileiro. O responsável pelo fim da série invicta do time comandado por Luiz Felipe Scolari foi o Goiás, que recebeu o adversário paranaense no Estádio da Serrinha, e venceu por 2 a 1, em jogo válido pela 16ª rodada do Brasileirão, na noite deste sábado. Pedro Raul e Nicolas anotaram os gols da equipe goiana ainda no primeiro tempo, e o máximo que o Athletico conseguiu foi diminuir com Terans.

continua após publicidade

Com a derrota, os athleticanos ficam na terceira colocação, com 27 pontos, sob o risco de serem ultrapassados por Atlético-MG, Corinthians e Internacional, que jogam no domingo. O desfecho é bem diferente do esperado por eles, pois, em caso de vitória, ficariam com a liderança provisória, já que o líder Palmeiras tem 29 pontos. O Goiás, por sua vez, saiu da zona de rebaixamento e foi para o 11º lugar, com 20 pontos.

O Athletico demonstrou que estava pronto para dormir na ponta da tabela ao começar o jogo criando uma boa chance com Canobbio, ainda no segundo minuto de jogo, mas o Goiás respondeu imediatamente e de maneira mais eficiente. O cronômetro marcava apenas cinco minutos de jogo rolando quando Pedro Raul ficou com a bola após desvio de Nicolas dentro da área e tirou o zero do placar.

continua após publicidade

O time paranaense não foi bem na sequência da primeira etapa. Com dificuldade até em ganhar as disputas de bola, pouco fez nos momentos em que esteve no ataque viu o adversário apresentar um futebol mais dinâmico. Os frutos foram colhidos pelo Goiás na parte final do primeiro tempo, com um gol de cabeça marcado por Nicolas, aos 39, para complicar ainda mais a vida do adversário.

Durante o segundo tempo, o Athletico mostrou mais eficiência na construção de jogadas ofensivas e teve momentos de domínio, mas viveu mais frustrações que alegrias. Um toque de mão de Yan Souto e o pênalti convertido por Terans na sequência, aos 16 minutos, encheram os comandados de Felipão de motivação para buscar o empate, que nunca chegou. Boas defesas do goleiro Tadeu, em finalizações de Rômulo e Terans, garantiram a vitória do time da casa..

Agora, o Athletico-PR começa a pensar no Bahia, adversário que enfrenta pela rodada de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na terça-feira. Depois, enfrenta o Internacional pelo Brasileirão. O Goiás, por sua vez, tem um clássico com o Atlético-GO, também pela Copa do Brasil, na quarta, antes de enfrentar o Juventude.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 2 X 1 ATHLETICO-PR

GOIÁS - Tadeu; Yan Souto, Reynaldo e Caetano; Diego (Maguinho), Caio, Matheus Sales, Fellipe Bastos (Dadá Belmonte) e Danilo Barcelos; Pedro Raul(Vinícius) e Nicolas. Técnico: Jair Ventura.

continua após publicidade

ATHLETICO-PR - Bento; Orejuela, Pedro Henrique, Matheus Felipe e Abner Vinícius; Erick, (Matheus Balbi) Matheus Fernandes (Hugo Mouro) e Vítor Bueno; Canobbio (Terans), Vitor Roque (Marcelo Cirino) e Cuello (Rômulo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ÁRBITRO - Raphael Claus

continua após publicidade

CARTÕES AMARELOS - Fellipe Bastos e Danilo Barcelos (Goiás); Matheus Felipe (Athletico-PR)

GOLS - Pedro Raul, aos 5, e Nicolas, aos 39 minutos do primeiro tempo. Terans, aos 16 minutos do segundo tempo.

RENDA - R$ 125.775,00

PÚBLICO - 9.044 presentes (7.323.pagantes)

Local: Serrinha, Goiânia (GO)