Esportes

Após homenagem em Buenaventura, Rincón terá velório em estádio do América de Cali

Da Redação ·

Freddy Rincón receberá um novo velório no estádio Pascual Guerrero neste sábado, antes de ser enterrado na cidade de Cali. O estádio pertence ao América de Cali, último clube colombiano defendido por Rincón, ainda no início de sua carreira. O jogador foi homenageado durante um velório na manhã desta sexta-feira, em Buenaventura, cidade natal do ídolo colombiano.

continua após publicidade

O prefeito de Cali, Jorge Iván Ospina, e filhos de Rincón confirmaram que diversas figuras do futebol nacional e internacional chegarão a Cali nesta sexta-feira para se despedirem do jogador durante uma missa privada que acontecerá no sábado. Durante a tarde, o caixão será exposto no estádio Pascual Guerrero para que amigos e fãs também possam se despedir. Na sequência, haverá o sepultamento também em Cali, no Cemitério Metropolitano do Sul.

Freddy Eusebio Rincón Valencia nasceu em Buenaventura, cidade na qual seu caixão esteve desde o fim da tarde de quinta-feira. O corpo de Rincón foi recebido pela população local e levado ao Coliseu Roberto Lozano Batalla para ser velado, acompanhado de perto por uma caravana organizada pelas autoridades locais. Fãs do meio-campista acompanharam o evento erguendo lenços brancos e bandeiras da Colômbia.

continua após publicidade

As primeiras homenagens e parte da despedida do jogador aconteceram durante um velório no ginásio de Buenaventura na manhã desta sexta. O evento foi marcado por muita comoção e orações de familiares do jogador e da população local. Ser enterrado em Cali sempre foi um pedido feito pelo próprio Rincón.

No domingo, o estádio Pascual Guerrero será palco do clássico regional entre América e Deportivo Cali, pela 16ª rodada da Liga Colombiana. Haverá também uma homenagem ao falecido jogador do América antes do início do clássico.

O prefeito Jorge Ivan Ospina decretou três dias de luto em Cali na última quinta-feira e disponibilizou o estádio onde acontecerá o novo velório. "Está decretado três dias de luto em nossa cidade diante da dolorosa morte de Freddy Rincón. Orientei as secretarias de Governo, Segurança e Justiça e Comunicações que fiquem à disposição da família para organizar o funeral. Disponibilizamos o estádio Pascual Guerrero para que seja colocada uma câmara-ardente. Descanse em paz", disse Ospina.

continua após publicidade

Rincón sofreu um acidente de carro em Cali na última segunda-feira, quando bateu em um ônibus no bairro San Fernando. O atleta de 55 anos foi internado em estado crítico e morreu na madrugada da última quinta-feira.

Na Colômbia, Rincón jogou por Santa Fé e América de Cali, clube que o fez despontar para o futebol mundial e o levou a sua primeira Copa do Mundo das três que disputou. Freddy defendeu o Palmeiras antes de ir para a Europa, onde atuou por Napoli e Real Madrid. O jogador ainda retornou ao Brasil para nova passagem pelo Palmeiras, além de jogar por Corinthians, Santos e Cruzeiro.

Rincón marcou história por ser um dos integrantes da considerada maior geração da história do futebol colombiano. Foi dele, inclusive, o gol mais importante da seleção, que deu o empate por 1 a 1 diante da Alemanha Ocidental e a classificação à segunda fase do Mundial da Itália para a Colômbia.