Esportes

Após derrota, Renan exalta testes e descanso a titulares na seleção de vôlei

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Um dia após se garantir na fase final da Liga das Nações, a seleção brasileira masculina de vôlei não resistiu à França e foi superada por 3 sets a 0, com parciais de

continua após publicidade

21/25, 22/25 e 21/25, em Osaka, no Japão. Ao fim da partida, disputada nesta sexta-feira, o técnico Renan Dal Zotto evitou lamentar o tropeço e destacou os testes feitos ao longo da partida e o descanso dado a alguns titulares.

"Hoje tivemos a oportunidade de dar mais rodagens a alguns atletas e um descanso a outros. E essa mescla é importante, faz parte do processo de crescimento dos mais novos, e o jogo desta sexta-feira foi uma oportunidade de promover essas mudanças. Foi importante para ver a evolução dos mais jovens, que estão ganhando confiança e ficando mais à vontade em quadra", comentou.

continua após publicidade

As principais mudanças promovidas pelo treinador foram as entradas do levantador Fernando Cachopa e do ponteiro Adriano nas vagas de Bruninho e Lucarelli, respectivamente. "Eu tentei ajudar o máximo os meus companheiros em quadra. Hoje entramos com uma formação um pouco mesclada, mas foi um passo importante para a nossa preparação já visando a fase final", comentou Fernando.

Outros jogadores, como Darlan, ganharam mais tempo em quadra. O oposto foi o maior pontuador da seleção no jogo, com nove pontos, sendo oito de ataque e um de saque. "Eu me vejo em evolução e conquistando o meu lugar. Tenho consciência de que ainda há muito espaço para melhorar, mas me sinto confortável dentro de quadra e acolhido pelos meus companheiros."

Atual campeão da Liga das Nações, o Brasil somou sua quarta derrota em 11 partidas nesta edição. Antes do início da fase final, a seleção vai enfrentar o anfitrião Japão na manhã de domingo, pelo horário de Brasília, às 7h10.