MAIS LIDAS
VER TODOS

Esportes

António Oliveira reclama de eficácia do Corinthians e cobra reação: 'Quem não mata, morre'

"Quem não mata, morre". Assim o técnico António Oliveira resumiu a derrota do Corinthians para o Flamengo neste sábado, por 2 a 0, no Rio, pelo Campeonato Brasileiro. De acordo com o treinador corintiano, o time precisa ser mais decisivo. No entanto, ele

(via Agência Estado)

·
Escrito por (via Agência Estado)
Publicado em 11.05.2024, 19:00:00 Editado em 11.05.2024, 19:08:26
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

"Quem não mata, morre". Assim o técnico António Oliveira resumiu a derrota do Corinthians para o Flamengo neste sábado, por 2 a 0, no Rio, pelo Campeonato Brasileiro. De acordo com o treinador corintiano, o time precisa ser mais decisivo. No entanto, ele destacou a luta dos jogadores durante os 90 minutos.

continua após publicidade

"Nestes grandes jogos, entre dois colossos do futebol mundial, quem não mata morre. Criamos mas não fizemos. Não tem a ver com criação, mas com eficácia", afirmou o treinador na entrevista coletiva concedida após o clássico.

Oliveira foi direto ao ponto sobre o estado psicológico do time, disse que a receita para sair dessa situação é trabalhar ainda mais e afirmou confiar no material humano que tem sob o seu comando.

continua após publicidade

"Vamos continuar a trabalhar com o que temos. É para isso que sou pago, para encontrar soluções e não para dar desculpas. Não posso ficar apontando para os jogadores. Esses 15 minutos de frustração (pela derrota) vão ter que se converter em energia, pois temos um jogo decisivo na terça-feira", afirmou o treinador ao se referir ao duelo diante do Argentinos Juniors, pela Copa Sul-Americana.

Na entrevista, o comandante português elogiou a torcida que esteve presente no Maracanã e comentou sobre a grandeza do clube, que precisa ser correspondida pelos atletas. A receita para mudar a situação, segundo o técnico, "é mais trabalho".

"A força desse clube é impressionante. Em qualquer campo, nunca estaremos sozinhos. Peço desculpas por não conseguir os resultados aos torcedores que estiveram aqui. Na minha opinião, nos jogos com o Fortaleza, Bragantino e Atlético-MG, os resultados não traduziram o que apresentamos em campo", comentou.

Com o revés, o Corinthians segue na parte de baixo da tabela com cinco pontos em seis jogos. "Sabemos dessa situação e podem ter certeza que a resposta vai ser dada dentro de campo", disse o treinador.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "António Oliveira reclama de eficácia do Corinthians e cobra reação: 'Quem não mata, morre'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!