Esportes

América-MG oficializa o retorno do técnico Vagner Mancini após seis meses

Da Redação ·

Vagner Mancini deixou o América-MG em situação confortável no Brasileirão de 2021 para tentar salvar o Grêmio do rebaixamento. A direção do clube mineiro lutou por sua permanência, mas a proposta era vantajosa financeiramente. Saiu, não conseguiu cumprir sua missão em Porto Alegre e agora retorna, após seis meses, assumindo um clube em dificuldades e necessitando de reação.

continua após publicidade

Mancini foi oficializado no América-MG nesta terça-feira, véspera do jogo com o Atlético-MG pela segunda rodada da Copa Libertadores. Ele assume a vaga do demitido Marquinhos Santos precisando somar os primeiros pontos na competição sul-americana e também tentando resgatar a força apresentada pelo América no Brasileirão passado. A largada no nacional foi com revés de 1 a 0 diante do Avaí.

"A diretoria do América agiu rápido e acertou o retorno de Vagner Mancini ao comando do clube. O treinador esteve no Coelho em 21 jogos da última temporada e contribuiu para a permanência na Série A do Brasileiro", anunciou o clube.

continua após publicidade

Mancini acompanhará o treino desta terça-feira no CT Lanna Drumond. Mas não deve dirigir a equipe contra o rival Atlético, no Mineirão, nesta quarta-feira. Sua estreia oficial deve ocorrer no fim de semana, no Independência, quando o time hospedará o Juventude, no sábado.

"Depois de um hiato de seis meses, América e Mancini se acertaram para o retorno do treinador, que ajudou a construir a base do grupo atual, em um momento importante para o Coelho. O Clube iniciou a Série A do Brasileiro, está na fase de grupos da Libertadores e tem a estreia na Copa do Brasil na próxima semana."

O mata-mata da competição nacional será diante do alagoano CSA, com a ida marcada para a terça-feira, dia 19 de abril. O retorno ocorre somente no dia 10 de maio.