Esportes

Alemanha goleia Itália na Liga das Nações por 5 a 2; Hungria faz 4 na Inglaterra

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Em 17 de junho de 1970, a Itália derrotou a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo do México, por 4 a 3, em uma dos maiores jogos de todos os tempos. Nesta terça-feira, em Mönchengladbach, pela Liga das Nações da Uefa, quase 52 anos depois, o momento das tradicionais seleções é totalmente diferente. Os alemães venceram com grande facilidade os italianos, que não estarão na Copa do Catar, e de quebra venceram os rivais pela primeira vez em jogos oficiais, após quatro derrotas e seis empates.

continua após publicidade

Com o resultado, a Alemanha fica com seis pontos no Grupo 3 da primeira divisão da Liga das Nações, um ponto atrás da líder Hungria, que goleou a Inglaterra, por 4 a 0, em Wolverhampton. A Itália ficou com cinco, enquanto os ingleses estão na lanterna com apenas dois.

Desde o primeiro minuto, a impressão é de que o massacre seria uma questão de tempo. Toda vez que a Itália se aventurava no ataque, abria espaços para as oportunidades da Alemanha. O primeiro tempo terminou "só" 2 a 0 porque o goleiro Donnarumma impediu um castigo maior, com pelo menos duas belas defesas. Kimmich e Gundogan, de pênalti, fizeram os gols.

continua após publicidade

No segundo tempo, a Itália voltou com a intenção de tentar diminuir a vantagem alemã, mas os erros defensivos permitiram ao veloz ataque alemão as chances que não foram desperdiçadas. Muller e Werner (2) completaram a maior goleada da história entre as seleções.

A Alemanha diminuiu o ritmo e a Itália aproveitou para amenizar um pouco com o jovem Gnonto, que marcou o gol de honra, após rebote de Neuer. Bastoni ainda fez o segundo gol nos acréscimos.

As imagens da desolada torcida italiana no estádio captadas pelas câmeras fizeram lembrar da histórica derrota da seleção brasileira para a mesma Alemanha, por 7 a 1, no Mineirão, na Copa de 2014.

continua após publicidade

SHOW HÚNGARO

Apontada como a seleção mais fraca do grupo, antes do início da competição, a Hungria voltou a surpreender, ao golear a Inglaterra, em Wolverhampton, por 4 a 0. Sallai (2), Nagy e Gazdag fizeram os gols da partida.

Pelo Grupo 4, a Holanda teve de se esforçar bastante para derrotar País de Gales por 3 a 2, em Feyenoord. Lang e Gakpo deixaram os anfitriões em vantagem em 23 minutos. Johnson e Bale levaram os visitantes ao empate, mas Depay garantiu a vitória dos holandeses nos acréscimos.

No outro jogo da chave, em Varsóvia, a Bélgica venceu a Polônia por 1 a 0. Com o final da quarta rodada, os holandeses lideram com dez pontos, contra sete dos belgas. Poloneses somam quatro e os galeses apenas um.