Esportes

Ainda sem a vaga, Ceni poupará São Paulo no Paulistão de olho na Copa do Brasil

Da Redação ·

Rogério Ceni não vê o São Paulo fora da defesa do título estadual. Em sua visão, é "inaceitável" a equipe não ir às quartas de final. Mas, ele também não quer correr riscos na Copa do Brasil e, com duas 'decisões' pela frente, vai rodar o elenco diante do Mirassol confiando na força e na tradição do clube para evitar vexames precoces.

continua após publicidade

Com 17 pontos no Grupo B, o São Paulo precisa de apenas uma vitória em duas rodadas para se garantir matematicamente nas quartas de final do estadual. Domingo, a equipe visita o Mirassol e o treinador vai rodar o elenco pensando no duelo com o Manaus, quarta-feira, no Morumbi, pela Copa do Brasil. Como é apenas um jogo na competição nacional, quer o time titular "inteiro".

"Foram dois clássicos em cinco dias, mas tivemos tempo de recuperação e mudamos pouco. Agora, são menos de 72 horas para um jogo e mais 72 para outro. Provavelmente faremos bem mais mudanças que do Corinthians para o Palmeiras, apesar não estarmos classificados ainda no Paulista", afirmou o treinador. "Com exceção do Red Bull Bragantino, o Mirassol é o melhor time do interior. Mesmo assim, teremos trocas para termos mais jogadores inteiros fora de casa no domingo e depois contra o Manaus, aqui no Morumbi."

continua após publicidade

Gabriel Sara é uma ausência praticamente certa em Mirassol após sair machucado no clássico com o Palmeiras, nesta quinta-feira. Assim como Rafinha terá de cumprir suspensão após ser expulso. Igor Gomes foi bastante criticado e tende a ser poupado, assim com o ataque pode vir modificado, com Rigoni, Luciano e até Marquinhos com boas chances de iniciar. Jandrei deve retornar no gol e Alisson ao meio-campo.

"Vamos tentar achar um time competitivo para tentar jogar de igual para igual com o Mirassol", disse Ceni. "Também temos um jogo decisivo na quarta-feira, estamos vendo as equipes maiores não conseguindo vencer, nós tivemos dificuldades contra o Campinense ( 0 a 0), e precisamos estar inteiros contra o Manaus."

Com apenas um jogo e sem vantagem, quem ganhar no Morumbi avança. O São Paulo jamais ganhou a Copa do Brasil e sonha ir longe na temporada. Por isso, Ceni admite correr riscos com time alternativo em Mirassol. As quedas de Grêmio, Inter e Vasco serviram de alerta.

continua após publicidade

Mesmo assim, a ordem e não relaxar no Estadual. "Seria não só inesperado como inaceitável não avançar no Paulistão. Temos a responsabilidade de levar o São Paulo ao mata-mata, contra São Bernardo ou Ferroviária, dois bons times. Vamos fazer nosso melhor, depois de reagirmos, tenho confiança que vamos conseguir a vaga, como primeiro ou segundo da chave."

Quando Ceni fala em reação e crescimento, ele lamenta apenas a carência de gols da equipe. "Melhoramos bastante a competitividade, estamos com mais alma, com mais brio, jogando contra times bons de igual para igual, defensivamente sofrendo poucos gols, se comportando melhor, mas falta ainda fazer gols. Isso incomoda pelo tanto que a gente cria."