500 Milhas de Indianápolis não terá público pela primeira vez, após 104 edições - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

500 Milhas de Indianápolis não terá público pela primeira vez, após 104 edições

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A 104ª edição das 500 milhas de Indianápolis, marcada para dia 23, não terá a presença de público por causa da pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito, nesta terça-feira, por Roger Penske, dono do circuito Indianapolis Motor Speedway, que conta com 350 mil lugares, desde janeiro.

A ideia do ex-piloto e atual empresário era permitir a entrada de 62,5 mil pessoas (25% da capacidade do circuito), com a ajuda de um protocolo de 88 páginas, no qual estavam determinados testes de temperatura nos portões de entrada, distribuição dos fãs nas arquibancadas para manter distâncias de segurança e o uso obrigatório de máscaras.

Mas como os casos de covid-19 continuaram a aumentar constantemente no estado de Indiana e especificamente em Marion County, onde está localizada a pista, Penske decidiu mudar de plano. "Foi a decisão mais difícil que já tomei em minha vida. Compramos o Speedway há menos de um ano, um local de grande tradição e é importante para a nossa reputação fazer a coisa certa."

A atitude de Penske teve o auxílio das autoridades médicas de Indiana. "Precisamos ser seguros e inteligentes sobre isso. Obviamente, queremos participação total, mas não queremos comprometer a saúde e a segurança de nossos fãs e comunidade. Também não queremos comprometer a capacidade de manter uma corrida de sucesso", disse o ex-piloto, de 83 anos.

Por causa da pandemia do coronavírus, esta será a primeira vez, após 104 edições, que a corrida, prevista para 24 de maio, não será disputada no quinto mês do ano.

Uma das atrações da prova deverá ser o espanhol Fernando Alonso, que assinou contrato recentemente com a equipe Renault, de Fórmula 1. O bicampeão da principal categoria do automobilismo busca conquistar a tríplice coroa, que consiste reunir vencer o GP de Mônaco, as 24 horas de Le Mans e a corrida de Indianápolis. Alonso precisa ganhar a prova dos Estados Unidos. O único piloto a conseguir este feito foi o britânico Graham Hill, em 1972.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "500 Milhas de Indianápolis não terá público pela primeira vez, após 104 edições"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.