Esportes

Corinthians vira diante do Vasco e se isola na liderança do Brasileirão

Da Redação ·
Ralf é agarrado por Weldinho na comemoração do primeiro gol do Corinthians
fonte: Djalma Vassão/Gazeta Press
Ralf é agarrado por Weldinho na comemoração do primeiro gol do Corinthians

O gol relâmpago do estreante Juninho Pernambucano assustou o Corinthians. Porém, contando com a categoria de seus volantes, o Timão reagiu e, de virada, derrotou o Vasco por 2 a 1, nesta quarta-feira (6) à noite, no Pacaembu, se isolando ainda mais na liderança do Brasileirão.

continua após publicidade

Foi a sexta vitória corintiana na competição em sete partidas, no melhor início de uma equipe na história dos pontos corridos. Com isso, o Corinthians chegou aos 19 pontos, na ponta da tabela e com um jogo a menos em relação à maioria dos rivais.

continua após publicidade

Para isso, o Timão provou, nesta noite, a força do seu elenco. Os volantes Ralf e Paulinho marcaram os gols, o que limpou a barra do goleiro Julio Cesar, que falhou logo aos 2min de partida e assustou os torcedores paulista.

continua após publicidade

Seu erro proporcionou que Juninho Pernambucano apresentasse suas credenciais aos vascaínos, ao bater falta da intermediária, a bola quicar e enganar o camisa 1 alvinegro. No entanto, foi pouco para evitar a derrota, até porque Fernando Prass “devolveu a gentileza” e falhou feio no primeiro gol corintiano.

continua após publicidade

Com a derrota, o Vasco ficou a oito pontos do Corinthians, tendo um jogo a mais, na zona intermediária da tabela. Já classificado para a Libertadores de 2012, os cariocas têm repetido o discurso de que apenas o título interessa, o que começa a ficar um pouco distante, apesar de apenas oito rodadas disputadas.

continua após publicidade

Na próxima rodada, os cruz-maltinos terão a chance de se reabilitar em casa. Neste sábado (9), às 18h30, em São Januário, a equipe recebe o Internacional. Já o Corinthians, um dia depois, encara o Atlético-GO, às 16h, no Serra Dourada.



O Vasco foi a campo nesta noite com apenas um volante de característica de marcação, Rômulo. Aos 2min, o esquema leve, com Juninho, Felipe e Diego Souza compondo o setor deu a impressão de que daria certo. O estreante cobrou falta da intermediária ao seu estilo, a bola quicou e enganou Julio Cesar, que vacilou.

continua após publicidade

Contudo, o tento não abalou o Timão, que começou a tomar conta do jogo dominando justamente o meio-campo. Foi com atletas deste setor que chegou à virada. Aos 10min, Fernando Prass ainda defendeu no ângulo chute de Ralf, mas falhou aos 22min.

Após rebote da zaga vascaína, o volante chutou forte da entrada da área e a bola passou por baixo do goleiro cruz-maltino. Pressionando, a virada foi questão de tempo, que só não veio aos 35min com Liedson porque Prass se redimiu e defendeu com as pernas arremate de primeira.

Confira também
Acompanhe o noticiário do dia no R7

continua após publicidade

Crie seu e-mail @r7. É fácil e grátis
Mas, aos 41min, Paulinho deu um corte em Rômulo na entrada da área e, de bico, colocou no canto, fazendo bonito gol. Nos acréscimos, Juninho quase empatou de falta, mas desta vez Julio Cesar voou no ângulo e espalmou.

Foi outra falta cobrada por Juninho que levou perigo pela primeira vez no segundo tempo. Aos 14min, o meia, que fez boa partida, centrou fechado e Alecsandro, de cabeça, perdeu gol feito, mandando para fora.

Tímido, o Corinthians só voltou a controlar o jogo depois que Tite tirou Willian e Danilo, colocando Emerson e Alex. Aos 27min, o meia obrigou Fernando Prass a difícil defesa. No minuto seguinte, foi a vez do cansado estreante Juninho sair para a entrada de Allan. Aos 44min, Bernardo bateu falta, a bola passou por toda a defesa paulista e acertou a trave, na última chance vascaína.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 X 1 VASCO

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 6 de julho de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: José Franco Filho e Marcelo Barison (ambos do RS)
Cartões amarelos: Fábio Santos (C); Fagner, Márcio Careca (V)
Cartão vermelho:
Gols: VASCO: Juninho, aos 2min do primeiro tempo
CORINTHIANS: Ralf, aos 22min, Paulinho, aos 41min do primeiro tempo

CORINTHIANS: Julio Cesar; Weldinho, Wallace, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo (Alex); Jorge Henrique, Liedson e Willian (Emerson)
Técnico: Tite

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Juninho Pernambucano (Allan), Felipe e Diego Souza (Bernardo); Eder Luis (Leandro) e Alecsandro
Técnico: Ricardo Gomes