Esportes

Vettel comemora vitória difícil na Espanha

Da Redação ·
O alemão Sebastian Vettel manteve o seu domínio da temporada 2011 da Fórmula 1 ao obter a sua quarta vitória em cinco corridas, mas ressaltou as dificuldades enfrentadas para triunfar neste domingo no GP da Espanha. Saindo da segunda colocação, o piloto da Red Bull chegou a ultrapassar o australiano Mark Webber na largada, mas viu o espanhol Fernando Alonso passá-lo antes da primeira curva. Assim, Vettel só conseguiu assumir a liderança após a segunda série de pit stops. "Foi muito difícil hoje. No início da corrida, eu pensei que tinha uma boa largada, eu não entendi de onde Fernando veio! Ele começou atrás de mim, 16 metros para trás, e no meio da reta já estava lado a lado. Foi no meio do Mark e eu fui pelo lado de fora, então ele estava liderando após a primeira curva. Nós não podíamos chegar perto o suficiente para usar a asa móvel, mas nós o pegamos com o pit stop", afirmou. Na parte final da corrida, Vettel enfrentou dificuldades para conter os ataques do inglês Lewis Hamilton, da McLaren. "Parecia que a McLaren estava muito forte, eles permaneceram por mais tempo em uma estratégia diferente, que os levou a ficar em segundo atrás de nós. A partir de então eu sabia que seria muito, muito perto, indo para as últimas dez voltas senti o mesmo que na China [prova vencida por Hamilton]. Meus pneus estavam indo embora e torci para o mesmo acontecer a Lewis, como ele estava se aproximando e estava muito mais rápido, especialmente no último setor", disse. Além disso, Vettel teve problemas com o uso do Kers - sistema de recuperação de energia cinética - durante o GP da Espanha. "No final das retas ele poderia estar em meus espelhos, então você não sabe se deve defender ou não. Foi muito perto, mas nas duas últimas voltas, eu poderia fazê-lo ficar. O Kers era ligado e desligado, o que significava que eu estava brincando com a distribuição do freio. McLaren e Lewis especialmente nos deram dificuldades hoje", comentou.
continua após publicidade